REPRODUÇÃO / CORPO DE BOMBEIROS

Peritos da Aeronáutica deram início à investigação das causas do trágico acidente de helicóptero ocorrido em Capitólio, no interior de Minas Gerais. O acidente resultou na morte de uma pessoa. Técnicos do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) estão realizando a perícia na aeronave e coletando dados relevantes para a análise.

Objetivo da Investigação: Prevenção de Futuros Acidentes

O foco principal da investigação é identificar os fatores que contribuíram para a queda do helicóptero, com o objetivo de prevenir a ocorrência de acidentes semelhantes no futuro. Este tipo de investigação é fundamental para a segurança da aviação, permitindo o aprimoramento contínuo dos procedimentos e normas de voo.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Processo de Perícia Técnica

A perícia técnica em andamento envolve uma análise detalhada das condições da aeronave, registros de voo, condições meteorológicas no momento do acidente e testemunhos, se disponíveis. Essa abordagem minuciosa é essencial para compreender completamente as circunstâncias do acidente.

Sem Prazo Definido para a Conclusão da Investigação

Até o momento, não foi estabelecido um prazo específico para a conclusão da investigação e a emissão do laudo da perícia. Os resultados da investigação são aguardados com grande interesse, tanto pela comunidade aeronáutica quanto pelo público em geral, para esclarecer as causas do acidente e contribuir para a segurança aérea.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).