Curso de vigilante oferece possibilidades de atuação em vários locais

O Corpo de Fuzileiros Navais, reconhecendo a importância da recolocação profissional de seus ex-integrantes, lançou o Programa de Recolocação Profissional (PReP-CFN). A iniciativa, que acaba de concluir sua primeira turma do Curso de Formação de Vigilantes, ofereceu capacitação a 20 ex-militares que estavam em processo de licenciamento ou já haviam deixado o Serviço Ativo da Marinha do Brasil (MB). O curso, com uma carga horária de 200 horas, abordou temas essenciais para a atuação como vigilante, desde defesa pessoal até gerenciamento de crises.

Depoimentos e Perspectivas

Para muitos dos participantes, o curso foi uma oportunidade de descobrir um novo caminho profissional. Wallace Pimenta, Soldado (Fuzileiro Naval) da Reserva, destacou a amplitude do setor de vigilância e as diversas possibilidades de atuação, desde eventos e condomínios até bancos e hospitais. A capacitação oferecida pelo PReP-CFN não apenas fornece uma certificação profissional, mas também estimula o entusiasmo e o interesse dos ex-militares pelo mercado de trabalho.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Sobre o PReP-CFN

O PReP-CFN é mais do que apenas um programa de capacitação. Ele tem um forte cunho social e visa facilitar a inserção dos Fuzileiros Navais que deixaram o Serviço Ativo da Marinha no mercado de trabalho. Além de oferecer cursos, o programa disponibiliza um banco de dados com os currículos dos militares cadastrados, atendendo às necessidades das empresas e adequando-se ao perfil de cada vaga disponível. O Capitão de Mar e Guerra (Fuzileiro Naval) André Duarte Canellas, Coordenador do Programa, ressaltou o compromisso do PReP-CFN em proporcionar capacitação de qualidade e em manter um banco de dados qualificado para as empresas parceiras.

Clique aqui e saiba mais sobre o Programa.

WhatsApp Image 2023 10 06 at 13.30.57

A iniciativa do Corpo de Fuzileiros Navais demonstra o compromisso da instituição com seus ex-integrantes, buscando garantir que eles tenham as melhores oportunidades possíveis após deixarem o serviço militar. Programas como o PReP-CFN são essenciais para garantir que esses profissionais, que dedicaram anos de suas vidas à defesa do país, tenham um futuro promissor e repleto de oportunidades.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).