Image by Freepik

A batalha pela Ucrânia continua, com as autoridades militares anunciando a recuperação de mais uma localidade na região de Donetsk, no sudeste do país. Esta conquista acrescenta-se aos ganhos iniciais da ofensiva contra as tropas invasoras. A vice-ministra ucraniana da Defesa, Hanna Maliar, confirmou em mensagem no Telegram que a bandeira azul e amarela da Ucrânia foi hasteada na aldeia de Storozheve.

Estrito Silêncio Operacional e Planos Futuros

As forças ucranianas mantêm estrito silêncio operacional, visando garantir o sucesso de operações nas quais depositam grandes esperanças. O objetivo é reconquistar partes do território no Leste e no Sul do país e pressionar as rotas de abastecimento da península da Crimeia. As localidades que a Ucrânia afirma ter recuperado estão ao longo da linha de frente da batalha contra as tropas russas.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Reação Russa e Imagens de Combate

Enquanto Moscou não confirma a perda das quatro localidades, a Rússia tenta minimizar os resultados do avanço ucraniano. Afirmam que a tão falada contraofensiva tem revelado um fracasso até agora, divulgando imagens de carros de combate destruídos de fabricação americana e alemã.

Análise Internacional e Perdas de Equipamento

A veracidade dessas informações é difícil de atestar devido à complexidade do cenário de conflito. No entanto, especialistas holandeses citados pela CNN relataram a perda de pelo menos 16 veículos blindados Bradley “nos últimos dias”. Esse número representa cerca de 15% do total de veículos desse tipo enviados por Washington à Ucrânia, indicando o nível intenso de combate em curso.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).