Forças Armadas trabalham dia e noite em apoio ao Amazonas

blank
Avião militar C-130, da FAB, com cilindros de oxigênio para tratamento de pacientes de covid-19 em Manaus.

A madrugada de sexta-feira (15) e todo o sábado (16) foi de intenso trabalho para as Forças Armadas. No contexto da Operação Covid-19, os militares vêm trabalhando, diuturnamente, em apoio à cidade de Manaus (AM). Atuando em coordenação com o Ministério da Saúde e com o Governo do Estado, o Ministério da Defesa, por meio das Forças Singulares, permanece prestando apoio ininterrupto à capital amazonense, com o apoio logístico para minimizar os impactos no sistema de saúde daquele estado. Estão sendo realizados transporte de cilindros de oxigênio, de material para a montagem de um hospital de Campanha, de uma usina de oxigênio e de respiradores. E, ainda, seguem com a remoção de pacientes de Manaus para outros estados.

FOTO 1 - OXIGÊNIO.jpg

Transporte de oxigênio
Neste sábado, aeronaves C-130 Hércules chegaram a Manaus trazendo oxigênio líquido, por meio da ponte aérea estabelecida a partir de São Paulo. Foram dois aviões, um transportou cinco tanques de oxigênio e outro oito que, juntos, somam 6 mil metros cúbicos do gás líquido. A decolagem foi em Guarulhos (SP) e o pouso na Ala 8 Base Aérea de Manaus. As ações de transporte de oxigênio devem continuar, pelo menos, até domingo (17).

Também neste sábado, a Força Aérea Brasileira foi acionada para transportar duas unidades geradoras de oxigênio, uma de Guarulhos-SP para Parintins (AM) e outra de Viracopos (SP) para Manaus. As chamadas usinas são equipamentos alimentados com energia elétrica e possuem tecnologia para processar o ar atmosférico e realizar a liberação de oxigênio a nível medicinal.

FOTO 4 - USINA OXIGÊNIO.jpeg

Transporte de pacientes
Em continuidade ao transporte, de Manaus para outras cidades, de pacientes com sintomas leves da Covid-19, mas que necessitam de oxigênio, a Força Aérea, por meio de aeronaves C-99, transportou, de sexta-feira (15) para sábado (16), 23 pacientes e seis profissionais de saúde para São Luís. Foram 12 durante a noite de ontem e outros 11 hoje.

FOTO 2 - TRANSPORTE PACIENTES.jpeg

Respiradores
O Ministério da Defesa, por intermédio da Marinha, enviou na sexta-feira (15), 40 respiradores INSPIRE para Manaus. Inicialmente foram levados 26 e, em seguida, mais 14. O INSPIRE é um respirador de baixo custo desenvolvido a partir de uma parceria entre o Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) e a Universidade de São Paulo (USP). O equipamento foi planejado, projetado e desenvolvido por uma equipe multidisciplinar de pesquisadores da Escola Politécnica da USP, durante quatro meses, para atender preferencialmente os casos de Covid-19 e realizar atendimentos em situações adversas e lugares isolados.

FOTO 5 - RESPIRADOR.jpeg

O maior diferencial desse ventilador pulmonar é o funcionamento por meio de bateria. Diferentemente dos respiradores do mercado, o equipamento independe de uma linha de ar comprimido, normalmente disponível em hospitais. Isso possibilita o uso em caráter emergencial.
O INSPIRE é um equipamento simples, com peças fáceis de serem encontradas no mercado brasileiro, de baixo custo, mas com todas as facilidades operacionais de um respirador comum. A parceria entre a Marinha e a USP tem o objetivo de fornecer uma alternativa barata e acessível aos equipamentos já existentes no mercado.

Hospital de campanha
Nesta semana, aeronaves KC-390 da FAB têm realizado transporte, do Rio de Janeiro (RJ) e de Recife (PE), de módulos e 4,3 toneladas de materiais hospitalares, como camas, tendas e geradores, para a montagem de um hospital de campanha no Hospital Delphina Rinaldi Abdel Azizi. O intuito é ampliar a capacidade de atendimento de saúde ao público em Manaus. O serviço está sendo realizado por militares do Exército com a supervisão de pessoal especializado.

Por Comandante Cleber Ribeiro

Fotos: Forças Armadas/Divulgação 

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
WHATSAPP: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui