Foi realizado no período de 24 de maio até 04 de junho, a Operação ÁGATA – ARCO SUL- SUDESTE 2022, com a intensificação de ações de patrulhamento, controle e monitoramento na faixa de fronteira, vias navegáveis e área marítima dos estados de São Paulo (SP) e Paraná (PR).

Em um ambiente de trabalho interagências, a Operação Ágata faz parte do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), cujos objetivos são a integração e articulação de ações das Forças Armadas, Órgãos de segurança pública e fiscalização da União, Estados e Municípios, situados na faixa de fronteira e na costa marítima, fortalecendo as medidas de controle, fiscalização, repressão aos ilícitos transfronteiriços e ambientais, e incrementando a presença do Estado na região.

O somatório das capacidades da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira e Órgãos componentes que atuaram na Operação Ágata mostrou-se como um importante vetor para a redução dos crimes transnacionais, resultando em excelentes números de apreensões e aplicações de multas contra ilícitos agrícolas e ambientais.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

WhatsApp Image 2022 06 05 at 08.23.53

Nesta edição, a operação contou com 2.500 integrantes, entre militares e agentes, envolvidos nas ações preventivas e repressivas, como postos de bloqueio e controle em estradas (vias urbanas e rurais), patrulha e inspeção de embarcações nos rios e área marítima e monitoramento aéreo da área de operação.

Além das ações repressivas, foram realizadas atividades de Assistência Cívico Social (ACISO) junto a população local, como apoio na manutenção das instalações das Escola Pública Prof. Pedro V. Parigot de Souza (Foz do Iguaçu) e Escola Municipal Almirante Tamandaré (Paranaguá), visitação pública aos meios operativos do Corpo de Fuzileiros Navais, na cidade de Santa Terezinha do Itaipu-PR, visita de indígenas da Tribo Guarani e grupo dos Desbravadores Templários a 15 Cia Inf Mtz em Guaíra, disponibilização de um canal direto de comunicação, FALE CONOSCO, com o objetivo de aproximar e receber as demandas da sociedade aos integrantes da Operação.

WhatsApp Image 2022 06 05 at 08.16.07

A Operação ÁGATA – ARCO SUL-SUDESTE 2022 encerra suas atividades com um balanço total de 83,4 milhões de reais em ilícitos, sendo de 1,2 toneladas de drogas (cocaína e maconha) apreendidas, 1,74 mil pacotes de cigarros contrabandeados, 22 prisões, 24,2 milhões de reais entre multas e materiais contrabandeados. Essa entrega à sociedade brasileira culminou em uma percepção de aumento da segurança e presença do Estado para 97 % dos entrevistados.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).