O 41° Batalhão de Infantaria Motorizado é a mais nova organização militar a receber viaturas Guarani, uma tecnologia nacional de defesa desenvolvida pelo Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército e pronta para o emprego operacional. A solenidade de entrega de oito blindados foi realizada pelo Comandante do Exército, General Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, no dia 4 de agosto, em Jataí, no estado de Goiás.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Com a chegada das primeiras viaturas Guarani, o 41º Batalhão de Infantaria Motorizado passa a integrar o projeto de mecanização da Força Terrestre. Posicionado estrategicamente no sudoeste de Goiás, o 41º Batalhão de Infantaria Motorizado está em uma das regiões de maior produção agrícola do país. “Somos privilegiados em ter tão nobre e sofisticado material de emprego militar, mas em contrapartida, exigirá muita dedicação e profissionalismo dos senhores”, afirmou o Comandante do 41° Batalhão de Infantaria Motorizado, Tenente-Coronel Klaiton Alexandro Sant’anna Cota.

Cada viatura Guarani tem capacidade para 11 militares. Durante uma operação, ela é ocupada por duas esquadras, um atirador, além do motorista e o comandante do grupo de combate. Pela característica de atuação dessa tropa, os soldados embarcados nesse blindado são chamados de fuzileiros mecanizados.

Fonte: Sgt Gabriel – Relações Públicas 41° BI Mtz
Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).