Exército dos EUA testa exoesqueleto para seus soldados

blank
Imagem: USA Army

Por Kaique Lima

O Exército dos EUA está testando um novo par de botas que também é uma espécie de exoesqueleto. O equipamento foi batizado de Dephy ExoBoot e tem a função de fazer com que os soldados consigam carregar mochilas pesadas com facilidade por longas distâncias.

O equipamento possui uma espécie de computador interno e sensores que têm a função de coletar informações. Com isso, o ExoBoot consegue ajudar o usuário através de atuadores que são embutidos nele.

As botas possuem 40 pontos reflexivos em toda a extensão do equipamento e 128 eletrodos em uma espécie de calota craniana, que têm a função de detectar movimentos minuciosos do soldado que estiver usando o dispositivo.

Os pesquisadores militares foram capazes de ajustar o desempenho do exoesqueleto para que os usuários pudessem caminhar por uma esteira por cerca de uma hora.

“Isso vai melhorar nossa compreensão de como os humanos se adaptam a sistemas inteligentes, mas esses sinais também carregam informações que podem ser usadas para ajudar a treinar o agente”, disse Cortney Bradford, cientista pesquisador do Comando de Desenvolvimento de Capacidades de Combate do Exército dos EUA.

Algumas dúvidas

blank
Pesquisadores militares ainda querem coletar mais dados. Crédito: USA Army

Por ainda estar na fase de testes, os pesquisadores ainda não conseguem dizer com precisão se o ExoBoot é ou não capaz de aliviar o estresse dos combatentes ao carregar grandes volumes de carga a pé.

Nos próximos meses, os cientistas militares devem analisar os dados obtidos durante os testes e apresentar um relatório completo até o meio do ano. “Não temos muitos dados para comparar”, disse Bradford. “Nosso objetivo de longo prazo é identificar a biometria crítica e integrá-la aos controles do exoesqueleto”, completou o militar.

Com informações do Olhar Digital e Futurism

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

blank
WHATSAPP: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui