Em uma demonstração de cooperação internacional e solidariedade, a Marinha do Brasil (MB) e a Marinha dos Estados Unidos (EUA) realizaram hoje (27) uma operação típica de guerra para apoiar a população do Rio Grande do Sul (RS). Coordenada pela MB, a ação envolveu a transferência de 15 toneladas de donativos entre o Porta-Aviões Nuclear “George Washington” e o Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, na costa do estado. Esta operação visa agilizar a entrega de ajuda às vítimas das enchentes e celebra os 200 anos de relações diplomáticas entre os dois países.

Operação de Alta Complexidade

blank
O reabastecimento vertical de carga consiste em uma operação militar de transferência de material entre navios, no mar, utilizando helicópteros – Imagem: SG FN Pinho

A operação militar, conhecida como VERTREP (Vertical Replenishment), consiste na transferência de carga externa entre navios utilizando helicópteros. Em alto-mar, o NAM “Atlântico” se posicionou a cerca de 500 metros do porta-aviões americano, recebendo as doações içadas por helicópteros brasileiros e norte-americanos. Após receber toda a carga, o navio brasileiro atracará novamente em Rio Grande (RS) para desembarcar o material e encaminhá-lo à Defesa Civil.

Apoio Humanitário e Logístico

As doações, que incluem água mineral, alimentos não perecíveis, ração e material de higiene e limpeza, foram arrecadadas e armazenadas pela MB. Transportadas pelo Centro de Distribuição e Operações Aduaneiras da Marinha (CDAM), estas doações são essenciais para as famílias afetadas pelas chuvas no RS. O Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Nelson de Oliveira Leite, destacou a importância da interoperabilidade entre as marinhas aliadas em situações de calamidade pública.

Demonstração de Solidariedade Internacional

A presença e o apoio da Marinha dos EUA reforçam a solidariedade internacional. O Contra-Almirante Leite enfatizou que “essa operação mostra a importância de estarmos prontos para atuar em cooperação com outras forças navais em situações reais como essa”. Ele também mencionou a capacidade de mobilidade do NAM “Atlântico”, que permite operações eficientes de transferência de carga e suporte às regiões afetadas.

Operação “Taquari 2”

Desde o dia 30 de abril, a Marinha do Brasil está atuando nas cidades gaúchas afetadas pelas chuvas com a Operação “Taquari 2”. Mais de 2.000 militares, 11 helicópteros, 9 navios, 73 embarcações e 215 viaturas foram empregados para prestar auxílio, além do transporte de mais de 400 toneladas de donativos e 130 mil litros de água engarrafada. Um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais em Apoio à Defesa Civil está no RS realizando resgates, transportes de materiais, desobstrução de vias, recuperação de estruturas e fornecimento de água potável com duas estações móveis de tratamento.