Em um esforço monumental, cerca de 1.100 militares da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada (5ª Bda C Bld) realizaram um ataque coordenado com uma Força-Tarefa Blindada. Este exercício, realizado nos dias 20 e 21 de julho na região paranaense dos Campos Gerais, faz parte do processo de obtenção da Certificação de Força de Prontidão do Exército (FORPRON). O exercício contou com a participação de todas as unidades da brigada e com o apoio do Centro de Adestramento Sul (CA-Sul) e do Comando de Operações Especiais (COpEsp).

A Operação em Detalhes

Durante o exercício, foram empregadas aproximadamente 300 viaturas, incluindo 104 blindados. O exercício foi realizado entre 9 e 21 de julho e compreendeu duas fases: a primeira, de planejamento e preparação, e a segunda fase, com a concentração de meios e a prática da Simulação Viva. O Major Berger Ribas, Chefe da Seção de Operações do exercício, explicou que o objetivo era simular um isolamento de localidade, no caso, a cidade de Ponta Grossa, de forma rápida e empregando ação de choque.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A Importância do Terreno e da Tecnologia

O diferencial desta simulação foi o terreno. A ação foi realizada em áreas sob a responsabilidade do Exército, contando com o apoio da Embrapa e do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), além de propriedades privadas. Com o apoio direto do CA-Sul, foram usados equipamentos com sensores e dispositivos apontadores laser que permitem acompanhar os elementos no combate e simular os efeitos do engajamento. Essas informações são analisadas e repassadas para melhorar o desempenho dos militares no exercício, aumentando o grau de operacionalidade da tropa.

A Visão dos Comandantes

O Comandante da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada, General de Brigada Alexandre Pfaender Júnior, ressaltou que este é o fim de todo um trabalho já realizado em vários ciclos, desde as frações, nos pelotões, nas subunidades e, agora, na unidade. Para o Comandante da 5ª Divisão de Exército (5ª DE), General de Divisão José Ricardo Vendramin Nunes, realizar o exercício de Simulação Viva é fundamental para a divisão.

article?img id=16625908&t=1690403643212
article?img id=16625909&t=1690403643317
article?img id=16625910&t=1690403643419
article?img id=16625911&t=1690403643529
article?img id=16625912&t=1690403643763
article?img id=16625913&t=1690403643863
article?img id=16625914&t=1690403643973