Ex-funcionário de aplicativo de transporte é acusado de pagar resgate para encobrir ataque hacker

blank
Imagem: Projeto Radar

Por Lucas Pinheiro Fonseca

O ex-chefe de segurança da Uber, Joseph Sullivan, está sendo acusado de obstrução de justiça nos Estados Unidos por tentar encobrir uma violação de dados da empresa em 2016, que expôs 57 milhões de motoristas e passageiros. Ele é acusado de aprovar o pagamento de 100 mil dólares de resgate a hackers para que os dados roubados fossem deletados. Sullivan foi desligado da empresa em 2017 quando a violação foi revelada. Esse fato chama a atenção para a possibilidade de que outras falhas de segurança possam estar sendo acobertadas em outras organizações.

Leia mais detalhes em Projeto Radar

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui