blank

Das embarcações à vela ao Submarino Convencionalmente Armado com Propulsão Nuclear, as atividades da Marinha do Brasil (MB) têm como norte o constante desenvolvimento tecnológico. Com o objetivo de demonstrar essa evolução científica, a MB montou a exposição “Um Mar Chamado Tempo: 200 anos de avanços tecnológicos da Marinha do Brasil”.

A exposição está aberta à visitação no Planetário de Brasília “Luiz Cruls” e foi elaborada pela Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha (DGDNTM) como forma de celebrar o bicentenário da Independência do Brasil. Ela mostra, por meio de painéis, importantes marcos no desenvolvimento tecnológico ao longo dos séculos XIX e XX em áreas como energia nuclear, oceanografia e comunicações navais, que aprimoraram as atividades relacionadas às operações navais, ao transporte marítimo e à proteção da costa. Além disso, a exposição conta com material audiovisual com a biografia de oito personalidades que tiveram papel decisivo para a evolução tecnológica na MB.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A agricultora Diana Brusco, da cidade de Cláudia (MT), visitou Brasília e pôde conferir a mostra com sua família. “A exposição é muito interessante, é uma novidade pra muita gente, coisa que nem imaginamos. Podemos ter um bom entendimento sobre a Marinha e os navios. É ótimo para as crianças que não conhecem aprofundarem um pouco mais sobre o assunto”, afirmou.

A museóloga do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira, Primeiro-Tenente (RM2-T) Luana da Conceição Martins, conta como foi feita a pesquisa textual e de material bibliográfico para compor a exposição. “Nós tivemos apoio da Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, eles nos encaminharam todo o material de referência bibliográfica, as imagens, as fotografias. Foi feita também uma pesquisa em arquivo da Biblioteca Nacional para levantarmos o máximo de informações e tornar todo esse material acessível ao público”.

Serviço
Exposição “Um Mar Chamado Tempo”
Até 31 de julho no Planetário de Brasília
Entrada grátis
Endereço: Setor de Difusão Cultural – Via N1 (Eixo Monumental) – Próximo ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães
Horário: terça-feira a domingo, das 9h às 21h