Evento na INB Caetité marca a volta da produção de urânio no Brasil

Google News

A Indústrias Nucleares do Brasil (INB) realizará no dia 1º de dezembro um evento para celebrar a retomada da produção de urânio no Brasil, a partir da lavra a céu aberto de uma nova mina na Unidade de Concentração de Urânio de Caetité – URA, na Bahia, a Mina do Engenho (foto). A cerimônia, que será realizada na Unidade, contará com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

A retomada da produção é uma conquista para a INB e, em decorrência, para o País. Representa um fator importante para a geração de empregos e recursos para a região sudoeste da Bahia. A expectativa é que sejam produzidas 260 toneladas de concentrado de urânio por ano, quando a Mina do Engenho atingir a sua capacidade máxima. O urânio é a matéria-prima básica para a fabricação do combustível que abastece as usinas nucleares.

As atividades de mineração na Unidade foram paralisadas em 2015, após a exaustão do processo de extração a céu aberto da primeira área que foi lavrada, a Mina Cachoeira.

Histórico

Em Caetité, são realizados a mineração e o beneficiamento de urânio, atividades que correspondem à primeira etapa do Ciclo do Combustível Nuclear. De 2000 a 2015, foram produzidas 3.750 toneladas de concentrado de urânio a partir da Mina Cachoeira. Com a exaustão dos recursos passíveis de lavra a céu aberto, decidiu-se por licenciar uma nova área, a Mina do Engenho.

A autorização para lavra da nova mina foi concedida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen) em dezembro de 2019. E o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) renovou no mês seguinte a Licença de Operação da Unidade.

A Cnen condicionou a licença operacional para a volta à produção na unidade à realização de testes funcionais, que ocorreram a partir de 2018. Em setembro de 2020, como parte dos testes, foi realizado o entamboramento do concentrado de urânio (U3O8), produto final da INB Caetité. No total, foram produzidas 17,5t durante os testes realizados na unidade.

Compromisso

A INB desenvolve permanentemente programas de monitoração ambiental e de proteção radiológica, para assegurar a qualidade do meio ambiente e preservar a saúde de seus empregados e da população que reside nas proximidades da Unidade de Caetité. Existe, no local, uma equipe dedicada à execução dos programas. As atividades realizadas seguem procedimentos previstos e aprovados pela Cnen e pelo Ibama. Os resultados das análises realizadas dentro dos programas de monitoração são enviados pela INB para serem avaliados e aprovados pelos dois órgãos.



Receba nossas notícias em tempo real através dos aplicativos de mensagem abaixo:

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui