Espionagem? Como descobrir se o seu celular está te ouvindo

blank

A maioria das pessoas, senão todas, já tiveram a estranha sensação de estarem sendo “observadas” pelo celular. Isso se comprova quando pesquisamos algo e logo diversos anúncios e sugestões sobre o tema começam a aparecer. Embora isso seja parte de um tipo de “truque” de marketing para direcionar publicidade às nossas redes sociais, a invasão acaba ferindo a nossa privacidade.

Com o avanço da tecnologia de inteligência artificial nos dispositivos, chegou o assistente virtual, que te auxilia por voz. No iPhone, temos a famosa Siri que, inclusive, conversa com você de forma bem humorada. Algumas de suas respostas já chegaram a viralizar na internet.

Já no Android, cada celular tem seu assistente, em um Samsung, por exemplo, temos a Bixby. O Google Assistente é outro bem conhecido e utilizado, ao dizer a frase “Ok, Google” a plataforma traz todas as possíveis respostas e pesquisas sobre o assunto solicitado.

O problema é que mesmo desligando esses recursos, nossos aparelhos continuam oferecendo informações que não pedimos, o que muitas vezes assusta. De acordo com especialistas em privacidade digital da NordVPN, provedor líder de rede privada virtual, é possível testar seu telefone para saber se ele está te ouvindo. Para isso, siga as dicas abaixo.

Como saber se o seu smartphone está te ouvindo?

Para descobrir se o seu dispositivo está bancando o espião e ouvindo suas conversas, você terá que preparar um tipo de “armadilha” para ele.

  • Escolha um tema que não tenha nada a ver contigo. É preciso ter certeza que seja um assunto do qual você nunca falou;
  • Não use seu telefone ou qualquer outro dispositivo próximo a você para fazer buscas sobre o tema escolhido;
  • Defina uma lista de palavras-chave sobre o tópico;
  • Converse sobre o tema em voz alta perto do seu celular. Use as palavras-chave definidas para que um mecanismo de busca seja acionado. Repita a conversa por alguns dias.

Armadilha pronta! Se o seu smartphone começar a sugerir anúncios no seu feed de notícias das redes sociais ou durante outras pesquisas em navegadores você terá a certeza de que seu celular está te ouvindo.

Por que nossa privacidade é invadida?

O que acontece é que, ao baixarmos aplicativos, não nos atentamos aos Termos e Condições enormes, clicando apenas em concordar. Assim como a maioria dos contratos, existem entrelinhas que, por não revisarmos, deixamos passar.

O entusiasta da segurança da Internet e especialista em privacidade digital da NordVPN, Daniel Markuson, alerta para a importância da leitura e revisão dessas permissões.

“Depois que o acesso é concedido, o aplicativo pode fazer o que quiser com esses dados”, diz Markuson.

“Portanto, crie uma rotina para revisar as permissões de aplicativos do seu telefone e pense duas vezes antes de concordar com as demandas de um aplicativo”, orienta.

Segundo o profissional, apps podem acessar seu microfone sem qualquer motivo aparente, permitindo que agências espionem suas atividades em segundo plano e coletem dados. Markuson ainda menciona algumas dicas para manter sua privacidade:

  • Verifique configurações e tenha certeza de que os apps estão autorizados a usarem recursos suficientes para fazer o trabalho proposto;
  • Limpe suas atividades;
  • Desative a gravação de áudio e assistentes;
  • Instale uma rede privada virtual (VPN) para mascarar seu IP e criptografar o tráfego do seu celular.

Fonte: Olhar Digital e 9News

Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui