Google News

No período de 25 a 29 de janeiro, a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) promoveu a segunda fase do Estágio de Atualização Pedagógica (ESTAP), visando apresentar aspectos atuais do processo ensino-aprendizagem na Escola e capacitar os instrutores à metodologia do ensino por competências.

O Estágio abordou assuntos especialmente relacionados à implementação de práticas didáticas e foi realizado através de trabalhos em grupo, divididos em grupamentos com novos instrutores nomeados e a reciclagem de conhecimento dos antigos instrutores, proporcionando a troca de experiências e ensinamentos. O ESTAP da ECEME ainda contará com uma 3ª fase que ocorre no decorrer de todo ano de instrução, sob a forma de palestras e discussões dirigidas, abordando temas de interesse da Escola para implementação e otimização de práticas pedagógicas nas várias disciplinas que, em não se tratando desta ciência, tenham influência direta ou indireta na atividade de ensino.

Na palestra ministrada aos instrutores, o Comandante da ECEME, General de Brigada Marcio de Souza Nunes Ribeiro, abordou as técnicas de Ensino e Metodologias que foram ensinadas na Escola ao longo de sua existência, destacando a importância da ECEME para o ensino do Exército, além da formação dos nossos futuros comandantes e líderes. Também ressaltou o privilégio do instrutor em servir neste tradicional Estabelecimento de Ensino, sendo referência para os oficiais-alunos, em conhecimento e atitude, exigindo para tanto, dedicação e preparação nas instruções serem ministradas.

No ano de 2021 a ECEME contará com 54 oficiais-alunos no Curso de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército (CPEAEx), 4 oficiais-alunos no Curso Internacional de Estudos Estratégicos (CIEE), 285 oficiais-alunos nos Cursos de Comando e Estado-Maior (CCEM), sendo 135 no CCEM 2º ano, 136 no CCEM 1º ano, 5 no CCEM para oficiais de Nações Amigas e 9 no CCEM para oficiais médicos. A Escola também contará com 37 alunos matriculados no Programa de Pós-graduação em Ciências Militares (PPGCM), entre civis e militares.

Durante todo o evento foram observadas as medidas sanitárias preventivas contra a pandemia covid-19, como a higienização na entrada, o distanciamento entre os participantes, a utilização de máscaras, além de ambientes abertos e ventilados.

Fonte: ECEME

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui