Equipe Netunos, formada por militares da Marinha conquistou o 2° lugar geral na Categoria Open do Campeonato Brasileiro Indoor

A equipe de Paraquedismo Netunos, constituída por militares da Marinha do Brasil (MB), disputou, no dia 3 de dezembro, o 2º Campeonato Brasileiro Indoor de Formação em Queda Livre (FQL) 4Way, edição 2022, realizado pela Confederação Brasileira de Paraquedismo, na cidade de São Paulo, no túnel de vento da empresa Ifly-SP.

Após acirrada disputa até a oitava e última rodada, a equipe Netunos ficou em 2° lugar geral na Categoria Open, categoria mais avançada da modalidade de FQL 4Way, apenas por um ponto de diferença do primeiro lugar, 201 a 200, alcançando um resultado inédito para uma equipe da MB e das Forças Armadas.

Colocações e pontuações
1° lugar geral – equipe INIT-Y com 201 pontos
2° lugar geral – equipe NETUNOS com 200 pontos
3° lugar geral – equipe OPTIMUS PRIME com 190 pontos.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).