O dia 20 de julho foi um marco para os militares do Comando Conjunto Norte, formado pelo Comando Militar do Norte, 4º Distrito Naval e Comando Aéreo Norte. Na terça-feira, eles atingiram a marca de 100 mil doses de vacinas aplicadas contra a Covid-19, nos estados do Pará, Amapá e Maranhão.

Esses militares atuam na vacinação em apoio às Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, por meio da montagem e operação de postos de vacinação. Dessa forma, têm contribuído para a imunização da população da Amazônia Oriental.

3.jpeg

Uma das doses foi aplicada na advogada Iellen Moraes. “É um momento histórico. É um momento ímpar”, celebrou a profissional. Ela ainda parabenizou os militares. “Vocês estão de parabéns pela organização, pelo atendimento e pela atenção que estão dando”, enfatizou Iellen, ao receber a vacina na capital maranhense, no estacionamento da Universidade CEUMA.

Postos de vacinação
“Desde o início do apoio ao plano nacional de imunização, representantes do Comando Militar do Norte fizeram gestões junto aos governos dos três estados para colocar à disposição nossa estrutura. São cerca de 16 mil militares empenhados para fortalecer a capacidade de postos de vacinação, para acelerar a imunização”, destacou o Subcomandante da Operação Covid-19, General de Divisão Maurílio Miranda Netto Ribeiro.

Atualmente, os militares das três Forças Armadas atuam, conjuntamente, em quatro postos de vacinação no município de Belém, um em São Luís e outro em Macapá. Os militares desse Comando Conjunto também atuaram em outros locais de vacinação, de acordo com as demandas das Secretarias Municipais de Saúde.

1.jpeg

O apoio à vacinação segue o contexto da Operação Covid-19, que coordena as atividades das Forças Armadas no combate à epidemia causada pelo novo coronavírus, em apoio a órgãos e agências de saúde municipais, estaduais e federais.

Com informações do Comando Conjunto Norte

Marcelo Barros, com informações do Ministério da Defesa
Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui