A Diretoria de Aeronáutica da Marinha (DAerM), com o apoio do Comando da Força Aeronaval (ComForAerNav) e organizações militares subordinadas, realizou, nos dias 21 e 22 de setembro, a avaliação do Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas (SARP) V-Bat 128, da empresa Shield AI/Martin UAV, na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, com o propósito de verificar as capacidades e características do SARP.

O V-Bat 128 é uma ARP de decolagem e pousos verticais (VTOL – Vertical Take off and Landing), que elimina a necessidade de equipamentos de lançamento e de recolhimento, com a capacidade de realizar operações em terra e embarcadas. Apresenta um comprimento de 2,74 m e uma envergadura de 2,95 m, possuindo 10 horas de autonomia e peso máximo de decolagem de 56,6 kg. A ARP pode ser configurada com cargas úteis diversas, como câmeras eletro-óticas (EO) e MWIR (Middle Wavelength Infrared), AIS (Automatic Identification System) e Radar de Abertura Sintética (SAR).

A montagem da aeronave pode ser realizada de forma expedita e o sistema pode ser transportado por um veículo tático leve ou um helicóptero do porte do UH-15.

A condução dos testes em voo pela DAerM contribui para o desenvolvimento e estabelecimento de requisitos para as futuras aquisições do Programa de Obtenção de SARP-E, previsto no Portfólio Estratégico da Marinha.

blank
Aeronave V-Bat 128 durante a inspeção pré voo
Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui