blank

Google News

Nessa quinta-feira (28), o Subchefe de Operações Internacionais do Ministério da Defesa, Brigadeiro do Ar Álvaro Marcelo Alexandre Freixo, acompanhou o exercício de demonstração da capacidade operativa da Marinha para operações de paz. A Força Singular, recentemente, obteve certificação inédita da Organização das Nações Unidas (ONU). Com a certificação, o Brasil se qualifica e reafirma seu compromisso para a defesa da paz e para a cooperação entre os povos.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

20220429 MISSOES DE PAZ.jpg

O Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais de Emprego Rápido (QRF), composto de aproximadamente 220 militares da Força de Fuzileiros da Esquadra, entre eles 10% de militares femininas, realizou treinamento, de 25 a 29 de abril, no Complexo Naval da Ilha do Governador-RJ. No dia 28, com a presença da Imprensa e de convidados, foram realizadas atividades abertas ao público. A demonstração comprova o nível de prontidão e as capacidades necessárias ao Grupamento Operativos de Fuzileiros Navais, para o Emprego Rápido em Operações de Paz.

O Brigadeiro Freixo frisou a importância do preparo constante dos militares para atuação em ações de ajuda humanitária no exterior, mediante demanda da ONU, e ressaltou que o Brasil possui, atualmente, nove capacidades das Forças Armadas para participar de missões de paz. “A atual classificação da tropa da Marinha coloca o Brasil em uma situação de destaque no cenário internacional e comprova, mais uma vez, o alto nível de capacitação e preparo das Forças Armadas brasileiras para operações de paz, o que reflete o comprometimento nacional com a paz e com a segurança internacionais. A atuação da Defesa nesse tipo de missão incrementa a projeção do País no concerto das nações e fortalece sua inserção nos processos decisórios internacionais”, concluiu.

20220429 MISSSOES DE PAZ 2.jpg

Entre os exercícios apresentados, foram realizados: estabelecimento de corredores humanitários com emprego de Carros Lagarta Anfíbios, ações de ajuda humanitária com equipe de engajamento, desativação de artefatos explosivos com utilização de robôs, emprego gradual da força e exercícios com tiro tático e munição real. Além das demonstrações, houve visita às instalações do Centro de Operações de Paz de Caráter Naval, com simulação em realidade virtual; e da Base de Operações Temporárias (TOB).

A TOB, que pode ser montada em até três dias, dispõe de capacidade para 250 militares, um consultório odontológico e uma unidade médica com capacidade de atender até 20 militares por dia.

Marinha recebe certificação inédita da ONU para atuação em missões de paz

Em julho de 2021, quatro contingentes de tropas militares brasileiras aptas a atuar em missões de paz foram inspecionadas por comitiva da ONU, que avaliou o estado de prontidão de cada uma delas para atuar em missões de paz. Fruto da inspeção, o Batalhão Mecanizado, uma Companhia de Resposta rápida e uma Companhia de Engenharia, do EB, bem como o Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais de Emprego Rápido (QRF), da MB, foram elevados ao nível dois no Sistema de Prontidão de Capacidades de Manutenção da Paz das Nações Unidas (UNPCRS).

Este ano, após análise da documentação necessária, a ONU reclassificou a tropa da MB como nível três do UNPCRS. As outras oito tropas militares brasileiras permanecem no nível dois do Sistema e estão aptas a serem selecionadas pela ONU. O reconhecimento obtido pelos contingentes de tropa brasileiras mostra o prestígio que o País tem junto aos organismos que prezam pela manutenção da paz e da segurança internacionais e contribui diretamente para um futuro emprego das tropas em missões de paz, emprego este que depende de convite da ONU e autorização do Congresso Nacional.

Por CF Liz Nunes
Fotos: Igor Soares