A Capitania dos Portos do Ceará (CPCE) deu um grande passo no aprimoramento do acesso aos serviços marítimos com a inauguração de uma unidade avançada do Grupo de Atendimento ao Público (GAP), em 17 de novembro. Localizada estrategicamente em um shopping no centro de Fortaleza, a nova unidade, integrada ao serviço público Vapt-Vupt, marca um avanço significativo na facilidade de acesso aos serviços para a comunidade marítima e o público em geral.

Presença de Autoridades na Inauguração

1as 1

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do Capitão dos Portos do Ceará, Capitão de Mar e Guerra Anderson Pessoa Valença, bem como representantes da Secretaria de Promoção Social do Estado do Ceará e da parceria público-privada Vapt-Vupt. A presença dessas autoridades reforça a importância da unidade para o estado e o compromisso da CPCE com a melhoria contínua do atendimento ao público.

Uma Iniciativa Pioneira em Atendimento Marítimo

A criação do GAP pela CPCE é uma iniciativa pioneira entre as Organizações militares de Segurança do Tráfego Aquaviário. A primeira unidade fora da sede foi inaugurada em dezembro de 2021, demonstrando o compromisso contínuo da Capitania em facilitar o acesso aos seus serviços. Este modelo de atendimento descentralizado é um exemplo de boas práticas, visando a satisfação e o bem-estar dos usuários.

Facilitando o Acesso a Serviços Marítimos Importantes

A nova unidade do GAP em Fortaleza é um marco no esforço da CPCE para tornar os serviços marítimos mais acessíveis à comunidade. A localização central em um shopping e a integração com o serviço Vapt-Vupt são estratégias pensadas para oferecer comodidade e eficiência no atendimento às necessidades da população marítima e dos navegadores amadores.

Conclusão: Reforçando o Compromisso com a Comunidade

Com a inauguração desta unidade avançada do GAP, a Capitania dos Portos do Ceará reafirma seu compromisso de estar mais próxima da comunidade, oferecendo serviços essenciais de forma mais acessível e conveniente. A iniciativa representa um passo significativo na melhoria do atendimento ao público e na eficiência dos serviços prestados pela CPCE.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).