Corveta “Caboclo” durante a Comissão “POIT”

A Corveta “Caboclo”, meio subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Leste, localizado no 2º Distrito Naval, Salvador (BA), realizou a Comissão “PROTRINDADE III/2022” na Região Oceânica da Ilha da Trindade, no período de 18 de maio a 4 de junho.

A comissão teve como finalidade o desenvolvimento das atividades do Programa de Pesquisas Científicas na Ilha da Trindade com instituições civis parceiras da Marinha do Brasil no Posto Oceanográfico da Ilha da Trindade (POIT) e foi coordenada pela Secretaria da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar (SECIRM). A viagem teve o objetivo de transportar pesquisadores que realizam diversos estudos na Ilha da Trindade, que fica localizada no Oceano Atlântico Ocidental, a cerca de 1.170 quilômetros da costa brasileira, na altura de Vitória (ES).

Evidenciando a eterna vigilância da Amazônia Azul e em proveito da Comissão “PROTRINDADE III/2022”, a Corveta “Caboclo” também realizou ação de presença na Ilha de Martim Vaz, a fim de fiscalizar o cumprimento das leis e regulamentos na área marítima mencionada, promovendo o apoio logístico da Marinha do Brasil (MB), atividade fundamental para a ocupação permanente de militares no POIT, garantindo a soberania do País e proporcionando, ainda, a manutenção e a vigilância da Zona Econômica Exclusiva brasileira.

blank
Realização de ações de apoio às pesquisas científicas

As pesquisas científicas permitem identificar o potencial de exploração e utilização sustentável da região, contribuindo para preservação do meio ambiente. No caso particular da Ilha da Trindade, o caminho da ciência tem sido uma das prioridades da atuação conjunta da Marinha do Brasil, das instituições de pesquisa e universidades. As ações também demonstram o compromisso diuturno da Instituição em cuidar da nossa gente e proteger os recursos vivos e não vivos da nossa Amazônia azul.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui