Concurso PC RJ terá mais de 860 vagas nos próximos anos e remunerações de até R$ 18.747,95. Confira tudo sobre as futuras vagas da Polícia Civil do Rio.

Estão cada vez mais próximos os editais para o concurso PC RJ 2021 (Polícia Civil do Estado)! Foram confirmadas oportunidades efetivas para os postos de Auxiliar de Necropsia, Técnico em Necropsia, Investigador, Inspetor, Perito Legista, Perito Criminal e Delegado.

Serão provavelmente 73 vagas imediatas, em um primeiro momento. Mas a expectativa é de que corporação deva preencher, até o ano de 2022, mais de 860 vagas.

A distribuição dessas primeiras vagas deva ser a seguinte:

  • Auxiliar de Necropsia (fundamental): 2 vagas;
  • Técnico em Necropsia (médio): 1 vaga;
  • Investigador (médio): 11 vagas;
  • Inspetor (superior): 50 vagas;
  • Perito Legista (superior): 6 vagas;
  • Perito Criminal (superior): 1 vaga; e
  • Delegado (superior): 2 vagas.

Fonte: Concursos no Brasil https://www.concursosnobrasil.com.br/concursos/rj/

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui