Boa Vista (RR) – A 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou ações sociais nas comunidades indígenas Uaicás e Palimiú, na terra indígena Yanomami, Raposa Serra do Sol e Willimon, todas localizadas na área de responsabilidade da brigada, levando a mão amiga do Exército Brasileiro ao extremo norte do Brasil. As ações ocorreram entre os dias 13 e 17 de agosto, no contexto da Operação Curare, e incluíram doação de toneladas de alimentos, ferramentas de trabalho, atendimento de saúde e outros serviços.

Foram realizados cerca de 700 atendimentos odontológicos (entre raspagens, restaurações, exodontias e escovações supervisionadas com aplicação de flúor), 290 atendimentos médicos e 300 dispensações de medicamentos. Foi ainda viabilizada a solicitação de 80 certidões de nascimento. Foram distribuídos 350 kits de higiene bucal; cerca de 7,5 toneladas de alimentos; e, ainda, kits de ferramentas para produção agrícola e artesanato.

As ações contaram com a participação do Comando de Fronteira Roraima/7º Batalhão de Infantaria de Selva, do Posto Médico da Guarnição de Boa Vista, do 4º Batalhão de Aviação do Exército e de equipes da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e do Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami (DSEI-Yanomami).

Fonte: 1ª Bda Inf Sl

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui