No dia 25 de outubro, o Estado-Maior do Exército (EME) recebeu, em suas dependências, a delegação do conglomerado estatal de defesa dos Emirados Árabes Unidos (Grupo EDGE). O encontro teve como principais objetivos discutir necessidades atuais do Exército, bem como possibilidades de investimentos para o Brasil e oportunidades de negociações com os Emirados Árabes Unidos. A comitiva foi recepcionada pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Marcos Antonio Amaro dos Santos.

O Vice-Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Divisão Flavio Marcus Lancia Barbosa, realizou uma apresentação iniciada por um panorama sobre o Exército Brasileiro e, posteriormente, explanou sobre o Portfólio Estratégico do Exército, com ênfase no Programa ASTROS. Discorreu, ainda, sobre a nacionalização de Produtos Controlados pelo Exército, o Sistema de Defesa Antiaérea de Média Altura para as Forças Armadas e o Sistema de Aeronaves Remotamente Pilotadas (SARP).

Na oportunidade, o Presidente do Setor de Mísseis e Armas do Grupo destacou a expressiva gama de materiais que os Emirados Árabes Unidos possuem e têm condições de oferecer ao Brasil, como radares, mísseis e SARP, e manifestou o interesse em estabelecer negociações com o Brasil.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A comitiva do Grupo EDGE foi integrada pelo Presidente do Setor de Mísseis e Armas do Grupo, Hamad Al Marar; pelo Chefe do Escritório de Programas de Aquisição, Omar Al Zaabi; e pelo Vice-Presidente do Setor de Programas Estratégicos, Mísseis e Armas, Ahmed Al Khoori. Acompanharam a comitiva o Secretário de Produtos de Defesa do Ministério da Defesa (MD), Marcos Rosas Degaut Pontes; o Diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação, General de Divisão Luis Antônio Duizit Brito; e o Assessor Militar do Departamento de Promoção Comercial, Coronel Milton José de Mello.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).