Recepção ao Comandante da Marinha no Complexo Naval de Ladário

Entre os dias 24 e 26 de maio, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, visitou Organizações Militares (OM) subordinadas ao Comando do 6º Distrito Naval (Com6ºDN) e localizadas às margens do Rio Paraguai, nas cidades de Ladário e Corumbá (MS).

O propósito da visita foi verificar as atuais condições operativas e a atuação da Marinha no Oeste do País, região fronteiriça cortada por importantes rios e que abriga o bioma do Pantanal.

A programação incluiu uma homenagem aos marinheiros mortos na Guerra da Tríplice Aliança, em cerimônia realizada a bordo do Monitor “Parnaíba”, navio de guerra armado mais antigo do mundo em atividade, que, em 2022, completa 85 anos de comissionamento na Marinha do Brasil. “Manter o navio em serviço em pleno século 21, em adequadas condições de combate e capaz de contribuir para a manutenção da soberania do Brasil na nossa fronteira oeste é um orgulho para a nossa Marinha”, declarou o Almirante Garnier, referindo-se ao Monitor “Parnaíba”.

blank
Homenagem aos heróis de Riachuelo contou com lançamento solene
de pétalas de flores nas águas do Rio Paraguai

No mesmo dia, o Comandante da Marinha, acompanhado do Comandante do 6º Distrito Naval, assistiu a uma demonstração de combate a incêndios florestais, com o emprego de aeronave UH-12 e Lancha de Operações Ribeirinhas, conduzida por militares capacitados como brigadistas; e conheceu as instalações de manutenção e construção de embarcações da Base Fluvial de Ladário (BFLa).

Comandante da Marinha, Comandante do 6ºDN e militares
capacitados para combate a incêndios florestais

O Almirante Garnier também conheceu a Sala de Memória “Tenente Maximiano”, que reúne importante acervo histórico do Com6ºDN e desse herói militar, que teve a sua vida dedicada à Marinha; e, no 3º Batalhão de Operações Ribeirinhas, foi apresentado ao Sargento Fuzileiro Naval (Refº) Edson Arguelo da Silva que, aos 97 anos de idade, é o Veterano mais idoso da região Ladário-Corumbá.

Em proveito da agenda administrativa, o Comandante da Marinha buscou estreitar os laços da instituição com a sociedade local, concedendo entrevista à Rádio Marinha e encontrando-se com representantes da Sociedade Amigos da Marinha e autoridades de Ladário e Corumbá.

O Comandante da Marinha visitou, ainda, o Hospital Naval de Ladário e as obras em fase de conclusão da Divisão de Odontologia; o Centro de Intendência da Marinha em Ladário; o Centro de Hidrografia e Navegação do Oeste; e os clubes de Praças e Oficiais, quando teve a oportunidade de acompanhar as atividades e conversar com crianças participantes do Programa Forças no Esporte.

Comandante da Marinha se dirige a militares durante almoço na BFLa

Na sequência, o Almirante Garnier almoçou com a tripulação da BFLa e discursou para mais de mil militares que servem no Complexo Naval, aos quais disse que “o mais importante não é aonde podemos chegar, mas como chegamos; como nossos pais, pares e subordinados nos veem; como a nossa família nos admira. O exemplo e o esforço pessoal nos ajudam a formar o futuro da Marinha. Deus me deu a chance de prorrogar a alegria e o orgulho que é envergar este uniforme e ter a oportunidade de orientar o futuro da Marinha, representado pelos mais jovens aqui presentes”.

Mais de mil militares do Complexo Naval de Ladário acompanharam
pronunciamento do Comandante da Marinha
Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui