Uma parceria que já dura duas décadas foi reforçada nesta segunda-feira (27), com a visita do CEO da empresa Safran Helicopter Engines Brasil, François Haas, ao Comandante da Força Aérea Brasileira (FAB), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior. O encontro aconteceu na sede do Comando da Aeronáutica, em Brasília (DF), e contou também com a presença do Diretor Comercial da Safran, Rodolfo Perez, e do Coordenador de Suporte ao Cliente, Juliano Cabral.

O início da parceria ocorreu há cerca de 20 anos, quando os primeiros H-34 Super Puma chegaram ao País. Como um reflexo dos contratos de compensação “offset”, a empresa Turbomeca, que pertence ao grupo Safran e é dedicada à manutenção de motores, instalou-se no Rio de Janeiro para fazer as inspeções das turbinas dos novos helicópteros.

Atualmente, uma das principais parcerias entre a FAB e a Safran é o Projeto H-XBR, que buscou, há mais de dez anos, atender às demandas das Forças Armadas, numa contratação conjunta pioneira de, inicialmente, 50 aeronaves. Tal acordo objetivou realizar a transferência de tecnologia de helicópteros militares e contribuiu para o desenvolvimento da Indústria Nacional de Defesa, especificamente aquela voltada para a área aeronáutica de asas rotativas.

“Hoje, o Senhor François Haas veio nos apresentar o plano de investimentos da empresa para os próximos 20 anos, que poderá incluir serviços relativos ao projeto THX, que serão os novos helicópteros de treinamento a serem adquiridos.  Essa colaboração é um dos melhores exemplos de como, com a mão de obra brasileira, estamos fazendo revisões, manutenções e reparos de motores do mundo inteiro. É muito bom ver os projetos de empresas que buscam alavancar a indústria nacional de defesa dando certo”, pontuou o Comandante da Força Aérea.

Por sua vez, o CEO da Safran contou que a visita, além de apresentar os novos planos, buscou fazer uma atualização sobre o Contrato para Prestação de Serviços de Suporte Logístico (CLS) das turbinas dos helicópteros que integram o Projeto H-XBR. “Nossa empresa atua no Brasil há mais de 40 anos e se prepara para, nos próximos dois anos, fazer uma aplicação financeira visando ampliar a fábrica, melhorar a eficiência e ser neutra em termos de emissão de carbono. Além disso, fizemos uma atualização ao Tenente-Brigadeiro Baptista Junior sobre nosso projeto H-XBR e discutimos possibilidade futuras. Estaremos a postos para apoiar as Forças Armadas do Brasil no que pudermos”, finalizou.

Foto: Sargento Figueira / CECOMSAER

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui