Colônia de Férias na EAMES: Um Mergulho em Esportes e Integração para Crianças do PROFESP e Família Naval

Evento inovador da Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo oferece atividades lúdicas e educativas

EAMES realiza Colônia de Férias para as crianças do PROFESP e dependentes da Família Naval capixaba

A Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo (EAMES) realizou, nos dias 30 e 31 de janeiro, sua primeira Colônia de Férias, destinada às crianças participantes do Programa Forças no Esporte (PROFESP) e dependentes da Família Naval Capixaba. O evento, que reuniu 240 crianças, teve a colaboração das Voluntárias Cisne Branco – Regional Vila Velha, marcando um momento significativo de lazer e aprendizado.

Diversidade de Atividades

A ulas de Vela durante a Colônia de Férias na EAMES

Durante os dois dias, as crianças participaram de uma série de atividades lúdicas e esportivas, criando um ambiente de diversão, conhecimento e integração. As atividades incluíram futebol de areia, vôlei de praia, basquete, atletismo, tênis de praia (beach tennis) e aulas de vela. Além disso, as crianças tiveram a oportunidade de aprender sobre nós marítimos em uma oficina especial e sobre conservação marinha em uma palestra sobre o Projeto Baleia Jubarte.

Foco no Desenvolvimento e Integração

Um dos pontos altos da Colônia de Férias foi a gincana organizada com o objetivo de desenvolver habilidades de trabalho em equipe, promover a cooperação, fortalecer a comunicação e cultivar o espírito de grupo entre os jovens participantes. Este evento não apenas proporcionou entretenimento, mas também contribuiu para o desenvolvimento pessoal e social das crianças.

Inclusão e Diversidade

A iniciativa destacou-se por criar um ambiente inclusivo, permitindo que crianças de diferentes origens socioeconômicas interagissem e construíssem relações positivas. A Colônia de Férias representou uma importante oportunidade para que os jovens saíssem do ambiente familiar e se envolvessem em atividades que estimulam o crescimento pessoal e a interação social.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).
Sair da versão mobile