A Associação Comercial da Bahia (ACB) abriu suas portas para um evento que promete marcar a história econômica e tecnológica do estado. Com a presença de representantes de entidades tanto privadas quanto governamentais, o encontro teve como foco as atividades do Cluster Tecnológico Naval, apresentadas pelo Diretor-Presidente da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), Vice-Almirante Intendente da reserva Edesio Teixeira Lima Junior.

Economia do Mar: Oportunidades e Desafios

O evento, intitulado “Economia do Mar – Cluster Tecnológico Naval da Bahia”, reuniu cerca de 140 convidados e teve como principal objetivo debater os desafios e oportunidades da Economia Azul no estado da Bahia. O Almirante Edesio compartilhou experiências do Cluster Tecnológico-Naval do Rio de Janeiro, evidenciando a criação de um ambiente colaborativo entre academia, indústria e governo, que tem gerado resultados positivos no cenário carioca e que pode ser replicado na Bahia.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Potencial Econômico da Bahia

A Bahia não é apenas um estado rico culturalmente, mas também detém um potencial econômico imenso. Com a maior extensão de municípios à beira-mar e uma área costeira que abrange 1.100 km, o estado tem tudo para se destacar na Economia do Mar. A Baía de Todos-os-Santos, segunda maior baía do mundo, é um exemplo do potencial econômico baiano. O Almirante Cambra ressaltou a importância da parceria entre a Marinha do Brasil e outras instituições para o desenvolvimento da economia local, especialmente relacionada ao mar.

A Importância da Cooperação para o Futuro

A Economia do Mar não se limita apenas à produção offshore ou ao transporte marítimo. Ela engloba uma vasta gama de atividades, desde a cultura regional até a extração de minérios do mar. O Almirante Edesio reforçou que o propósito do Cluster Tecnológico-Naval é consolidar a cooperação e contribuir para o desenvolvimento econômico relacionado ao mar, beneficiando não apenas os associados, mas toda a sociedade.

YouTube video
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).