Aracaju, a capital sergipana, celebrou seus 169 anos de história de uma forma espetacular, com a apresentação da renomada Esquadrilha da Fumaça. Este ano, o evento ganhou um significado ainda mais especial devido à participação de um dos filhos ilustres da cidade, o Capitão Bezerra, que teve a distinta honra de se apresentar nos céus de sua terra natal, proporcionando um espetáculo memorável para família, amigos e todos os aracajuanos.

Ligação Histórica e Cultural

O GRUSEF, responsável pela coordenação da visita dos membros da Esquadrilha, organizou um encontro marcante com o Memorial de Sergipe. Este encontro não apenas fortaleceu os laços entre as Forças Armadas e a comunidade sergipana mas também promoveu um intercâmbio cultural valioso. Durante a visita, itens doados pela Esquadrilha contribuíram para enriquecer a história e o acervo do memorial, destacando-se na construção da memória coletiva do estado.

Homenagem ao Herói Sergipano

O encontro foi também uma ocasião para honrar a memória de um herói local, o Tenente Aurélio Vieira Sampaio, sergipano que se destacou durante a Segunda Guerra Mundial. Em uma emocionante homenagem, José Alcides, sobrinho do tenente e membro do GRUSEF, presenteou o Esquadrão com um mini-busto criado pelo artista sergipano @elias.santos.art. Esta homenagem simboliza o reconhecimento e a valorização dos feitos dos heróis locais, conectando o passado heroico de Sergipe ao presente e futuro.

Gratidão e Parceria

A realização deste evento só foi possível graças ao apoio e colaboração de várias entidades e indivíduos dedicados. Um agradecimento especial à equipe do Memorial de Sergipe por manter as portas abertas para este importante ato de celebração e memória, e ao Esquadrilha da Fumaça por enviar representantes para participar desse momento de união e reconhecimento. Este evento reforça a importância de parcerias entre as Forças Armadas, instituições culturais e a comunidade, promovendo o fortalecimento da identidade sergipana e o reconhecimento de suas riquezas históricas e culturais.

Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).