Na última sexta-feira, 18, foram inauguradas, no Teatro Pedro Calmon, no Setor Militar Urbano (SMU), as instalações da Secretaria Executiva Permanente da Conferência dos Exércitos Americanos (SEPCEA), órgão executivo, coordenador e administrativo da Conferência dos Exércitos Americanos (CEA). A CEA é um organismo internacional que atua como fórum de debates para troca de experiências entre exércitos do continente americano. O Exército Brasileiro assumiu a presidência da Conferência para o biênio 2022-2023.

O Comandante do Exército, General de Exército Paulo Sérgio, presidiu a cerimônia de inauguração das instalações e destacou a importância da estrutura disponibilizada para a SEPCEA. “Esse momento é a concretização de um anseio: termos instalações modernas e adequadas para as atividades da SEPCEA. Honrado com a presidência da Conferência, o Exército sediará o ciclo 35, biênio 22-23, oportunidade em que voltaremos a reunir presencialmente os comandantes dos exércitos das Américas, o que não foi possível no último ciclo, haja vista as restrições trazidas pela pandemia”.

O Comandante do Exército ressaltou ainda a importância da própria Conferência. “Renovo o firme propósito do Exército, junto com os adidos militares e com os demais oficiais que participarão da SEPCEA, de oferecer as melhores condições para que a CEA atinja os objetivos do ciclo 35. Vamos fazer com que ela continue a ser esse instrumento de cooperação, de troca de conhecimentos, de experiências e percepções, contribuindo para aprofundar o relacionamento e reforçar cada vez mais os laços de profissionalismo, respeito e amizade entre os exércitos das Américas”.

CEA
Inaugurada em 1960, a Conferência dos Exércitos Americanos entrou em seu trigésimo quinto ciclo e está sendo conduzida pelo Brasil pela quarta vez. O organismo internacional é composto por 23 exércitos membros, dois exércitos observadores, dois observadores especiais e dois organismos internacionais observadores. A primeira atividade oficial da CEA será a Conferência de Abertura, que está prevista para ser realizada entre os dias 18 e 21 de abril de 2022 em Brasília.

Prestigiaram a solenidade o Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Amaro; o Comandante Logístico, General de Exército Theophilo; o Chefe de Assuntos Estratégicos do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, General de Exército Fernandes; o Secretário de Economia e Finanças, General de Exército Negraes; oficiais-generais da guarnição de Brasília; adidos militares de exércitos de países integrantes da CEA; comandantes de organizações militares da guarnição de Brasília; antigos integrantes da SEPCEA e autoridades civis e militares.

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui