Marinha intensifica fiscalização de embarcações de transporte de passageiros, de turismo náutico e de travessia

Durante a Operação Verão 2023-2024, a Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), subordinada ao Comando do 9º Distrito Naval, realizou um total de 1.322 abordagens em embarcações. A operação, que ocorre entre dezembro e fevereiro, tem como objetivo intensificar as ações de fiscalização e garantir a segurança do transporte aquaviário nos rios dos estados do Acre, Amazonas e Roraima.

Resultados das Inspeções

Até o dia 19 de janeiro, as inspeções resultaram em 86 notificações por irregularidades na navegação e na apreensão de 19 embarcações. Esses números indicam uma fiscalização rigorosa, assegurando o cumprimento das normas e regulamentos marítimos para proteger a segurança dos passageiros e tripulantes.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Foco nas Embarcações de Transporte de Passageiros e Turismo Náutico

As fiscalizações da Operação Verão estão focadas principalmente em embarcações de transporte de passageiros, de turismo náutico e de travessia. Estão sendo verificados itens de segurança, habilitação dos condutores, documentação, material de salvatagem (como coletes salva-vidas, boias, extintores de incêndio), limites de lotação e condições de navegabilidade das embarcações.

Período de Operação e Incremento do Tráfego

A operação coincide com as festividades de fim de ano, férias e carnaval, períodos nos quais há um aumento significativo do tráfego de embarcações de esporte e recreio nos rios da Amazônia Ocidental. Essa é uma época crucial para reforçar a vigilância e garantir a segurança nas vias fluviais.

Promoção do Aplicativo NAVSEG

Além das ações de fiscalização, a Capitania está promovendo o uso do aplicativo NAVSEG “Você Conectado a uma Navegação Segura”. Este aplicativo tem como objetivo melhorar a segurança na navegação e a salvaguarda da vida humana, além de criar um canal de comunicação com a sociedade civil e a comunidade marítima e náutica.

Canais de Emergência e Denúncias

A Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental disponibiliza o telefone 185 para Emergências Fluviais e o número (92) 99302-5040 para denúncias de situações de risco à segurança da navegação, à salvaguarda da vida humana nos rios e à prevenção da poluição ambiental por embarcações.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).