A Capitania dos Portos de Alagoas (CPAL) não é apenas uma instituição; é um marco na história marítima do Brasil. Fundada em 3 de outubro de 1847, durante o período do Brasil Império, a CPAL celebrou recentemente seu 176º aniversário. Ao longo desses anos, ela tem sido a bússola que orienta, coordena e controla as atividades relacionadas à Marinha em Alagoas.

Missão e Dedicação

WhatsApp Image 2022 10 04 at 09.07.13 1

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

A segurança da navegação não é uma tarefa simples. Requer dedicação, expertise e, acima de tudo, compromisso com a vida. E é exatamente isso que a CPAL tem feito ao longo de seus 176 anos de existência. Além de garantir a segurança da navegação, a Capitania desempenha um papel crucial na defesa nacional, na salvaguarda da vida humana no mar e na prevenção da poluição hídrica. Em todo o estado de Alagoas, a presença e a atuação da CPAL são sinônimos de confiança e proteção.

Reconhecimento e Gratidão

O Portal Defesa em Foco, assim como muitos brasileiros, reconhece e valoriza o trabalho incansável da CPAL. Ao parabenizar a Capitania por seus 176 anos, reforça-se a importância dessa instituição para o estado de Alagoas e para o Brasil. Afinal, a história da CPAL é também a história de homens e mulheres dedicados que, dia após dia, zelam pela segurança de nossas águas e pela defesa de nossa nação.

Rumo ao Futuro

Enquanto celebra seu passado e presente ricos, a Capitania dos Portos de Alagoas também olha para o futuro. Com o compromisso de continuar servindo Alagoas e o Brasil, a CPAL segue firme em sua missão, pronta para enfrentar os desafios do amanhã e continuar sua jornada histórica de sucesso.

Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).