Capelães Navais durante celebração em escola para moradores desabrigados

Como parte dos esforços da Marinha do Brasil para amenizar o sofrimento dos moradores afetados pelas fortes chuvas que atingiram a cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro (RJ), Capelães Navais permaneceram na cidade, no período de 19 de fevereiro e 3 de março, para oferecer apoio espiritual, aconselhamento e palavras de consolo às vítimas. Nestas duas semanas, o Serviço de Assistência Religiosa da Marinha (SARM) contribuiu para renovar a fé e a esperança de cerca de 1200 famílias, reforçando as ações do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais – Petrópolis, mobilizado para levar ajuda e socorro ao município.

Com o apoio de lideranças religiosas da região, especialmente da Paróquia Santo Antônio, no Alto da Serra; e da Igreja Metodista de Petrópolis, do bairro Quitandinha, o Capitão-Tenente (CN) Willians Soares Bezerra e o Primeiro-Tenente (CN) Bento Oliveira de Almeida realizaram missas e cultos ecumênicos, atenderam cristãos que buscavam confissão e auxiliaram na doação de itens alimentícios, roupas e colchões aos moradores que tiveram suas casas destruídas pelo temporal. Os Capelães Navais tiveram relevante atuação junto às crianças alojadas em escolas, igrejas e pontos de acolhimento, proporcionando momentos de distração e interação.

blank
Capelão Naval proporciona momentos de alegria
a crianças abaladas pelas chuvas

A atuação dos Capelães Navais contribuiu para o êxito da Marinha, que, desde as primeiras horas após as fortes chuvas, prontamente mobilizou militares, montou Hospital de Campanha e empregou meios para prestar socorro à cidade. A MB transportou mais de 25 toneladas de doações, desobstruiu vias de acesso e realizou 1700 atendimentos médicos, ratificando o compromisso institucional de auxiliar a população brasileira sempre que necessário.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui