Nos dias 23 e 24 de novembro, o 27º Batalhão Logístico (27º B Log) conduziu instrução de Capacitação Técnica e Tática do Efetivo Profissional (CTTEP) para a Turma de Levantamento e Destruição de Engenhos Falhados (TuLeDEF) do batalhão. Oficiais do Quadro de Material Bélico e sargentos do Quadro de Material Bélico – Mecânicos de Armamento participaram da atividade.

Após um nivelamento teórico, as instruções práticas foram desenvolvidas no Campo de Instrução Coronel Brasilguarany Arruda (CICBA), onde os militares visualizaram e praticaram as técnicas empregadas na destruição de engenhos falhados, utilizando explosivos militares. Engenho falhado é a munição atirada por uma boca de fogo, a granada arremessada pelo combatente ou a mina ou armadilha acionada, mas que, por um fator adverso, deixam de completar o seu encadeamento explosivo.

A destruição de engenhos falhados é uma atividade de alto risco, exigindo dos militares envolvidos na atividade conhecimento técnico e constante capacitação, a fim de mitigar os riscos inerentes ao emprego de explosivos.

blank

Fotos: Cb Cabral
Fonte: 27º B Log
Marcelo Barros
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui