blank
O Desafio Agulhas Negras é uma competição de habilidades militares realizada nas diversas dependências da AMAN, inclusive nas áreas chamadas de Campo de Instrução.

Google News

A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) concluiu no dia 22 de abril a 3ª Edição do Desafio Agulhas Negras 2022. Pela primeira vez, a atividade foi realizada em nível internacional e reuniu equipes das três Forças Armadas (Exército Brasileiro, Academia Militar da Força Aérea e Escola Naval) e das Escolas Militares de Bolívia, Colômbia, Equador, México e Paraguai.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

Desta forma, a AMAN, mais uma vez, mostra sua força na formação de Oficiais Combatentes de Carreira. Além dos Cadetes de 13 Nações Amigas já estudando na Academia Militar, em uma integração importante entre o Brasil e demais países, Cadetes de outros Colégios Militares também reforçaram as equipes de Patrulha.

“Não importa a cor da farda, temos o mesmo objetivo. O Desafio Agulhas Negras nos permite esse aprendizado a cada ano vivido aqui na AMAN”, afirma o Cadete Brunhara, do 4º ano do Curso de Cavalaria.”

De uma atividade a outra, as 8 equipes de patrulha só pararam mesmo para o descanso merecido. Foram 36 horas de atividade contínua, entre marchas, natação e salto da plataforma, orientação, transporte de feridos e material, provas de tiro, pista de liderança e de corda, atividade de remo entre tantas outras formas. Mais do que internalizar técnicas e procedimentos, o Desafio Agulhas Negras 2022 visa reunir Exércitos e entregar a cada um desses países jovens militares integrados e compromissados com a carreira que escolheram.
blankOs laços de camaradagem entre os membros das equipes foram também demonstrados à medida que cada patrulha atingia êxito nas oficinas. Vibração das delegações e também das equipes de organização dessa expressiva atividade na AMAN.

“Muita receptividade estamos tendo aqui, além de muito aprendizado”, afirmou a Cadete Alcala, da Equipe de Patrulha do México, no descanso entre uma atividade e outra dentro do Desafio Agulhas Negras 2022.

Amparados pela equipe de instrutores, as patrulhas receberam todo o apoio logístico e pessoal, desde a chegada à AMAN à despedida dessa grande Casa de Valores. Dessa forma, preocuparam-se em vencer os obstáculos impostos pelas oficinas e pelo cansaço físico, mas, sem dúvidas, desenvolveram habilidades militares fundamentais para o exercício de funções nas áreas de segurança e defesa, além de capacitarem-se para o trabalho em equipe e liderança dos participantes na solução de problemas em um ambiente simulado de combate.
blank“Mais importante que chegar em primeiro ou até mesmo em último lugar, é a experiência adquirida no Desafio Agulhas Negras. Isso marca a vida desses militares e de certa forma eleva o compromisso e o nível de ensino e referência da AMAN”, afirma o Comandante do Curso de Infantaria e um dos organizadores do Desafio Agulhas Negras 2022, Tenente-Coronel Mellinger.

Em casa, a AMAN mostrou ser uma ótima anfitriã e também a superar os desafios.
Foi a grande campeã da 3ª edição do Desafio Agulhas Negras. A Equipe da AMAN, com seus nove integrantes do segmento masculino e dois do segmento feminino, venceram com 1510 pontos, seguidos da Equipe da Colômbia, com 1215 pontos;Equador, com 1141 pontos; e México ,com 1127 pontos.

“Aqui é muito quente, esse é o nosso maior desafio durante a competição”, afirmou o jovem Cadete Boliviano Rivera, que segundo ele, trocou o frio da Bolívia pelo o forte calor do Brasil.

Os três primeiros colocados receberam das mãos do Comandante da AMAN, General de Brigada João Felipe Dias Alves, os troféus e as medalhas da grande vitória, em formatura realizada no mesmo dia e alusiva ao aniversário da AMAN, comemorado em 23 de abril.

Em seguida, em um almoço festivo, todas as equipes foram prestigiadas com uma medalha comemorativa da AMAN e um certificado de participação. NA oportunidade, o General Felipe fez o uso da palavra. ” Chegamos ao fim da atividade. Muitas oficinas de grande complexidade, mas todas muito bem executadas. Vocês foram desafiados nos seus limites e nas suas capacidades”, afirmou o General Felipe.

Fonte: Comunicação Social da Academia das Agulhas Negras