Rio de Janeiro (RJ) – No dia 28 de outubro, a Brigada de Infantaria Pára-quedista realizou a cerimônia de lançamento, no Campo dos Afonsos, das cinzas de quatro paraquedistas que muito contribuíram para a construção e a consolidação da história e das tradições da Brigada e da Mística Paraquedista.

Com a presença do Comandante da Brigada de Infantaria Pára-quedista, General de Brigada Adriano Fructuoso da Costa, a cerimônia foi realizada na Ponte da Amizade, localizada entre o quartel do 26º Batalhão de Infantaria Pára-quedista e a Zona de Lançamento do Campo dos Afonsos, e iniciou com a recepção dos familiares e amigos dos paraquedistas falecidos: Coronel Amaury Dantas Cardoso, Paraquedista nº 15.706; Capitão José de Alcântara, Paraquedista nº 1.308; Segundo-Sargento Rogério Pio de Souza, Paraquedista n° 44.882 e Cabo Cláudio Henrique de Vasconcelos, Paraquedista nº 43.061.

Na sequência, o Capelão da 1ª Divisão de Exército, Capitão Rodrigo, conduziu o rito de bênção das cinzas dos saudosos Guerreiros Alados. Após a bênção, as cinzas foram transladadas para a aeronave, de onde, posteriormente, foram lançadas. Durante o lançamento das cinzas de cada paraquedista, foi lida, para todos os presentes, uma síntese do histórico dos Eternos Heróis.

Em momento de grande emoção, os familiares dos homenageados fizeram uso da palavra, externando amor e saudades por seus entes queridos. Em seguida, o General Fructuoso agradeceu aos familiares, por compartilharem esse momento tão importante com os integrantes da Grande Unidade Aeroterrestre, ressaltando a importância da solenidade para a Brigada de Infantaria Pára-quedista, como demonstração de respeito àqueles que, por muitas vezes, sacrificaram momentos em família em prol do cumprimento da missão.

Por fim, como última homenagem, os presentes cantaram a canção Eterno Herói, hino oficial dos Paraquedistas Brasileiros. Na sequência, sob o toque de silêncio, ocorreu o descerramento das placas dos Guerreiros Alados pelos familiares e amigos dos falecidos, marcando, definitivamente, a presença dos Eternos Heróis no solo sagrado da Zona de Lançamento de Afonsos.

Fonte: Brigada de Infantaria Pára-quedista

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui