blank

Google News

No período de 2 a 6 de maio, a 2ª Brigada de Infantaria de Selva (2º Bda Inf Sl) realizou o primeiro Estágio de Adaptação à Selva (EASL) do corrente ano, na Base de Instrução 01 (BI 01) da Guarnição de São Gabriel da Cachoeira.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

O estágio iniciou na madrugada do dia 2 de maio, no pátio de formaturas do Comando de Fronteira Rio Negro/ 5º Batalhão de Infantaria de Selva (CFRN/5º BIS), onde ocorreu o cerimonial de abertura. Na sequência, o turno foi deslocado à Base de Instrução para o início das instruções.

Coube à equipe de instrução, chefiada pelo Comandante do CFRN/5° BIS, Tenente-Coronel Carlos Andres Schmitt, instruir e demonstrar técnicas relativas à adaptação e à sobrevivência no ambiente de selva. Entre os ensinamentos da Doutrina de Operações na Selva, foram ministradas instruções de ofidismo; orientação diurna e noturna; obtenção de alimentos de origem vegetal e animal; construção de armadilhas e tiro de caça; preparação para pernoite isolado; construção de abrigos; transposição de curso d’ água; e obtenção de água e fogo. Ao final das instruções, os estagiários foram separados em grupos e realizaram a prática de sobrevivência, período do estágio destinado para os instruendos aplicarem os conhecimentos adquiridos durante a semana.

Concluindo as atividades, no dia 6 de maio, os estagiários retornaram à 2º Bda Inf Sl, onde ocorreu a formatura de encerramento do estágio. Cabe destacar que a cerimônia contou com a participação dos comandantes de todas as organizações militares de São Gabriel da Cachoeira e familiares dos militares estagiários. Durante a cerimônia, foram revelados os militares destaques do estágio e, em seguida, foi realizada a entrega dos diplomas de conclusão de estágio e dos distintivos de selva, símbolo do militar apto para o combate na região de selva.

O Estágio de Adaptação à Selva é destinado aos oficiais e praças recém-chegados às guarnições de selva e tem como objetivo ambientar o militar à região amazônica. O estagiário Primeiro-Tenente Rafael Buregio declarou sentir-se mais preparado para enfrentar eventuais adversidades encontradas no ambiente de selva após receber todos os conhecimentos nas instruções do EASL.

Dessa forma, a 2º Bda Inf Sl – a Brigada Ararigbóia – cumpriu uma importante etapa de adestramento dos militares da Guarnição de São Gabriel da Cachoeira, preparando-os para as adversidades encontradas durante as operações militares e demais situações que garantem a defesa e soberania da região noroeste da Amazônia brasileira, conhecida como “Cabeça do Cachorro”.

Fonte: 2ª Brigada de Infantaria de Selva