A 16ª Brigada de Infantaria de Selva, sediada em Tefé (AM), acaba de receber duas novas embarcações fluviais que serão utilizadas para transporte de pessoal e material, além de manutenção de 3º escalão. O Ferryboat Marechal Rondon e o Dique Flutuante Pedro Teixeira foram adquiridos com recursos do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteira (SISFRON) e irão fortalecer a capacidade logística da “Brigada das Missões”.

O Ferryboat Marechal Rondon é uma embarcação flexível, capaz de transportar cerca de 50 militares e uma tripulação de 8 pessoas. Além disso, pode ser utilizado para o transporte de material, incluindo suprimentos classe I, como materiais frigorificados.

Já o Dique Flutuante Pedro Teixeira tem a capacidade de elevar até 350 toneladas, permitindo a retirada de embarcações de grande porte da linha d’água para manutenção de 3º escalão. Com a aquisição dessas duas novas embarcações, a “Brigada das Missões” fortalece sua vocação fluvial e aumenta sua capacidade logística para atender às necessidades de transporte e manutenção da região.

A solenidade de recebimento contou com a presença do Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, General de Brigada Ricardo Moussallem, e representa mais um passo importante para o fortalecimento das Forças Armadas na região amazônica.

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).