São Gabriel da Cachoeira (AM) – No dia 26 de maio, a 2ª Brigada de Infantaria de Selva (2ª Bda Inf Sl) recebeu a Comitiva do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) na Guarnição de São Gabriel da Cachoeira e no 5º Pelotão Especial de Fronteira (5º PEF), em Maturacá-AM.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Ao chegar nas instalações da Brigada, a comitiva composta por autoridades civis e militares e presidida pelo Vice-Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Divisão Luciano Guilherme Cabral Pinheiro, foi recebida com a “Saudação Indígena”, cerimônia realizada por militares de diferentes etnias indígenas da região, que saudaram os visitantes em seus respectivos dialetos.

O Comandante da 2ª Bda Inf Sl, General de Brigada Ricardo Augusto da Amaral Peixoto, ministrou uma palestra com o objetivo de apresentar as características e peculiaridades da região, bem como as peculiaridades do emprego do Exército Brasileiro no noroeste da Amazônia.

A comitiva deslocou-se para o 5º PEF, onde foi recepcionada pelo Comandante do Pelotão, Primeiro-Tenente Breno José de Oliveira Celin. O General Guilherme fez uso da palavra, ressaltando a relevância da internet como meio indispensável para o exercício do Comando e Controle e como ferramenta de apoio ao atendimento dos anseios da família militar.

A comitiva realizou uma videoconferência (Maturacá-Brasília) com o Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia, General de Exército Guido Amin Naves, para demonstrar a capacidade da internet satelital implantada.

Ainda no 5° PEF, o Comandante do Comando de Fronteira Rio Negro/ 5º Batalhão de Infantaria de Selva (Cmdo Fron RN/ 5º BIS), Tenente-Coronel Carlos Andres Schmitt, falou a respeito das atividades realizadas pelos Pelotões Especiais de Fronteiras sob o seu comando, enfatizando que a internet de maior capacidade tem aumentado o poder de combate dos pelotões fronteiriços, uma vez que possibilita o acesso ao banco de dados e mapas do Exército Brasileiro no próprio pelotão, auxilia o patrulhamento da região e consequentemente a defesa da pátria.

Concluindo as atividades em Maturacá, a comitiva realizou uma visita às instalações do PEF e à residência do Sargento de Comunicações do Pelotão, Terceiro-Sargento Tonilson Souza Sena, que lembrou o fato do contato com a sede em São Gabriel da Cachoeira, por inúmeras vezes, ser realizado somente quando chegava alguma aeronave e que agora, com a implantação da internet satelital, é instantâneo. Sua esposa, Deliane Miranda, abordou os benefícios trazidos às atividades de lazer e estudo, relatando que hoje ela pode dar continuidade a sua qualificação profissional, além de ter acesso as redes sociais que possibilitam o contato com seus familiares distantes.

A implantação de internet de maior capacidade agora é uma realidade nos sete Pelotões Especiais de Fronteira do Cmdo Fron RN/ 5º BIS. Dessa forma, as ações do Departamento de Ciência e Tecnologia contribuíram significativamente para o cumprimento da missão da “Brigada Ararigbóia” de promover o desenvolvimento presença e dissuasão regional, garantindo a soberania nacional e a defesa da Amazônia.

Fonte: 2ª Bda Inf Sl

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).