Termina no próximo domingo, 2 de abril, o prazo para concorrer a uma bolsa de pós-doutorado voltada à formação no setor nuclear brasileiro. O pesquisador selecionado deverá propor soluções tecnológicas para o desenvolvimento de reatores a serem utilizados na geração de energia elétrica. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a CAPES, responsável pela concessão do auxílio, e o Comando Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP), que ficará encarregado da seleção dos candidatos.

Palavras-chave: bolsa de pós-doutorado, setor nuclear brasileiro, CAPES, Comando Tecnológico da Marinha em São Paulo, CTMSP

Requisitos e área de interesse

A área de interesse no edital é “materiais nucleares”, e o tema da pesquisa é “avaliação da concentração de nitrogênio e hidrogênio adsorvidos no revestimento do combustível nuclear em altas temperaturas”. Para se candidatar, é necessário ter experiência no ramo e ser graduado em Química ou nas Engenharias Química, de Materiais ou Nuclear. As atividades serão desenvolvidas no Centro Industrial Nuclear de Aramar (Cina), localizado em Iperó, São Paulo.

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Inscrições e benefícios

O valor da bolsa segue o reajuste iniciado em março, totalizando doze mensalidades de R$ 5,2 mil. As inscrições devem ser feitas por e-mail, através do endereço [email protected], com o assunto “Edital_PosDoc_Nome_do(a)_candidato(a)”. Dúvidas podem ser esclarecidas no mesmo endereço eletrônico.

Este edital, de número 2/2023 do CTMSP, é a primeira seleção decorrente do acordo de cooperação técnica assinado entre a CAPES e a Marinha em dezembro de 2022. Nele, estão previstas a concessão de duas bolsas de pós-doutorado e R$ 500 mil em recursos de custeio, totalizando um investimento de até R$ 598,4 mil por parte da Fundação. O CTMSP ficará responsável pela análise dos currículos dos candidatos. O resultado do processo seletivo e a implantação da bolsa estão previstos para 11 de abril, com início das atividades estimado para o mesmo mês.

Sobre o CTMSP

Criado em 1986, o Comando Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) é responsável pelo Programa Nuclear da Marinha do Brasil, que capacita o país no domínio dos processos tecnológicos, industriais e operacionais de instalações nucleares aplicáveis à propulsão naval. A parceria com a CAPES reforça a importância da pesquisa e do desenvolvimento tecnológico na área nuclear, contribuindo para o avanço científico e a formação de profissionais qualificados no setor.