A Escola de Guerra Naval (EGN) celebrou, em 19 de setembro, o oitavo aniversário de criação do Boletim Geocorrente, uma publicação quinzenal, vinculada ao Núcleo de Avaliação da Conjuntura (NAC) da EGN, que faz uma análise dos contextos e cenários geopolíticos que sejam fontes de preocupação e cautela no cenário internacional, particularmente aqueles que possam resultar em conflitos armados, ou que já estejam em curso.
O NAC possui o objetivo de acompanhar a conjuntura internacional sob o olhar da geopolítica e oceanopolítica, a fim de ampliar o conhecimento por meio dessa publicação e de outros produtos que sejam demandados pelo Estado-Maior da Armada. O grupo de pesquisa ligado ao Boletim conta com integrantes de diversas áreas de formação, proporcionando uma análise ampla de contextos e cenários geopolíticos e, portanto, um melhor entendimento dos problemas correntes internacionais.
O primeiro Boletim foi lançado em 19 de setembro de 2014. Nesses oito anos, o Boletim teve 168 edições regulares publicadas, e hoje, conta com 59 pesquisadores e um total de 15 Boletins Especiais publicados. Atualmente, o NAC conta com 59 pesquisadores, pós-graduados, pós-graduandos e graduandos de diversos cursos e universidades do Rio de Janeiro, incluindo 2 doutorando e 2 mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM), além de 1 doutorando e 2 mestrandos que se encontram em universidades no exterior. A publicação tem distribuição para todos os Oficiais-Generais da ativa da MB e uma lista de mais de quatro mil leitores cadastrados.
Todas as edições publicadas do boletim podem ser acessadas no sítio da intranet e da internet da EGN em (http://www.egn.mb/boletimgeocorrente.php) e (https://www.marinha.mil.br/egn/boletim_geocorrente ) respectivamente.
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Universidade Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).