blank

Google News

O 2º Batalhão de Infantaria de Selva (2º BIS) realizou, nos dias  28 e 29 de março, a Operação Gorro de Selva para seus recrutas e alunos do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR), além de militares de outras Unidades do Comando Militar do Norte, na Guarnição de Belém.

Entre no canal do Defesa em Foco no Whatsapp e fique por dentro de todas as notícias do dia

O exercício no terreno teve como objetivo desenvolver os conhecimentos básicos do militar que serve nas organizações militares da região amazônica, reflexos na execução de táticas individuais de combate, habilidades técnicas e iniciar a ambientação dos recrutas na região de selva, desenvolvendo o espírito de combatente de selva.

Com as medidas adotadas contra o novo coronavírus, a Operação Gorro de Selva contou com a participação de 40 alunos do NPOR, 155 recrutas do 2º BIS, 18 do Colégio Militar de Belém, 16 do 2º Batalhão de Comunicações e Guerra Eletrônica de Selva, dez do 41º Centro de Telemática e quatro do 8º Centro de Contabilidade e Finanças do Exército, todos vivenciando o período da instrução individual básica.

Com a conclusão da Operação Gorro de Selva, os 243 participantes tornaram-se aptos à realização do Estágio Básico do Combatente de Selva, que marcará o término do período de instrução individual básica.

Fonte: 2º BIS