O 2° Batalhão Ferroviário encerrou, no final de 2021, as obras do Destacamento de São Pedro da Aldeia. As ações ocorreram no escopo dos serviços da construção da infraestrutura para hangares da Base Aeronaval de São Pedro da Aldeia. As obras constaram de execução de drenagem profunda (colchão drenante) e superficial, de terraplanagem, de pavimentação asfáltica dos pátios do HU-2, do Hangarete e do arruamento da Base Aeronaval, plantio de grama no estacionamento do HU-2 e no VF-1 e recuperação de áreas degradadas (reconformação de jazidas e hidrossemeadura).

 

Os trabalhos executados pelo batalhão proporcionarão um incremento na capacidade operativa da Base. A execução do Plano de Trabalho materializou a parceria entre Exército e Marinha em prol do cumprimento de suas missões constitucionais, contribuindo com a soberania nacional.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Marcelo Barros, com informações do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui