Theatro da Paz, cartão-postal de Belém (PA), lotado por público que acompanhou apresentação da banda do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas

Seguindo as comemorações do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN) pelo Bicentenário da Independência do Brasil, a banda de música do 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas (2ºBtlOpRib) arrancou aplausos de uma plateia de mais de 740 pessoas durante apresentação realizada, em 29 de agosto, no Theatro da Paz, em Belém (PA). O evento também marcou as comemorações dos 90 anos do 2ºBtlOpRib.

A apresentação foi dividida em dois atos, em que foram executadas obras de estilos variados, como samba, pop, carimbó, nacionais e internacionais, o que mostrou a versatilidade e o profissionalismo dos músicos Fuzileiros Navais. Também houve a participação do Coro Carlos Gomes e do cantor paraense Pindura, que abrilhantaram ainda mais o evento.

O espetáculo contou com a participação de autoridades civis e militares, membros da Sociedade Amigos da Marinha no Pará (Soamar-PA), Voluntárias Cisne Branco – Belém, militares e família naval. O espetáculo foi organizado pelo 2ºBtlOpRib e teve apoio da Secretaria de Estado de Cultura do Pará, da Soamar-PA, da empresa Brick Logística e da Associação de Poupança e Empréstimo (Poupex).

Nos siga no Instagram, Telegram ou no Whatsapp e fique atualizado com as últimas notícias de nossas forças armadas e indústria da defesa.

Concurso “A Voz Ribeirinha”
Durante o espetáculo, os três finalistas do concurso “A Voz Ribeirinha”, realizado pelo 2ºBtlOpRib, no mês de julho deste ano, fizeram apresentações acompanhados da banda de música.

finalistas e vencedor do concurso a voz ribeirinha
Finalistas e vencedor do concurso “A Voz Ribeirinha” recebem premiações

O terceiro colocado, o Soldado–FN Rerisson Nascimento Santos, cantou “Evidências”, composta por José Augusto e Paulo Sérgio Valle. A segunda colocada, Ana Débora Miranda, filha de militar, se apresentou com a canção “Foi Assim”, de Fafá de Belém. O grande vencedor do concurso, Terceiro-Sargento Felipe Diniz Novoa, cantou “Con te partiró”, composta por Francesco Sartori e conhecida internacionalmente pela interpretação do cantor italiano Andrea Bocelli. Todos foram agraciados com prêmios ofertados pela Soamar-PA.

Marcelo Barros, com informações da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).