A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) fez um importante anúncio na última terça-feira (27): oito atletas do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM) foram convocados para representar o Brasil nos Jogos Pan-Americanos 2023. Estes atletas terão a honra de representar o Brasil em uma das mais renomadas competições esportivas do mundo, que reúne atletas de toda a América do Norte, Central e do Sul. O evento será realizado em Santiago, Chile, de 20 de outubro a 5 de novembro.

Destaque para os Atletas Convocados

blank

A lista divulgada inclui os nomes de SG Guilherme Costa, SG Brandonn Almeida, SG Luiz Altamir, SG Gabrielle Roncatto, SG Fernanda Goeij, SG Lorrane Ferreira, SG Nathalia Almeida e SG Clarissa Rodrigues. Esses atletas de destaque trazem uma vasta experiência em competições aquáticas e são conhecidos por suas performances excepcionais, demonstrando a excelência do treinamento do PROLIM.

A Importância do PROLIM

O PROLIM tem como objetivo apoiar atletas de alto rendimento, garantindo que tenham a formação e os recursos necessários para competir em eventos internacionais de grande porte como os Jogos Pan-Americanos. A convocação de oito atletas do programa para esta competição de alto nível destaca o sucesso da iniciativa.

Esperança de Medalhas para o Brasil

A participação destes atletas no Pan-Americano 2023 é uma oportunidade de destaque para o Brasil. A expectativa é que esses atletas possam levar a bandeira brasileira ao pódio, trazendo orgulho e reconhecimento para a nação. A contribuição desses atletas militares é um testemunho da dedicação e do compromisso da Marinha do Brasil com o desenvolvimento do esporte e a representação do país em competições internacionais.

Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).