No contexto das severas inundações que assolam o estado do Rio Grande do Sul, a Marinha do Brasil mobilizou sua Equipe de Pronto Emprego da Assistência Social (EPE-AS) para integrar o Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais e prestar suporte humanitário à população afetada. As operações da EPE-AS começaram no município de Guaíba, onde a equipe está proporcionando acolhimento e atendimento psicológico no Hospital de Campanha da Marinha.

Colaboração com a Rede Socioassistencial

A EPE-AS tem trabalhado em estreita colaboração com a rede socioassistencial local, realizando reuniões com equipes multidisciplinares para auxiliar na gestão de abrigos e na organização e distribuição de doações. Esse esforço conjunto é fundamental para garantir que a ajuda chegue de maneira eficiente e coordenada às pessoas mais necessitadas.

Suporte Psicoemocional aos Militares

blank
Assistente Social durante atendimento às famílias

Além do atendimento à população civil, a EPE-AS também oferece suporte psicoemocional aos militares da Marinha envolvidos na operação. Recursos destinados ao gerenciamento do estresse são disponibilizados, visando manter a prontidão operacional dos militares diante das adversidades enfrentadas. Este suporte é crucial para garantir que os membros da Marinha possam continuar a desempenhar suas funções de forma eficaz.

Campanha “SOS Rio Grande”

Paralelamente às atividades em campo, a Assistência Social da Marinha lançou a Campanha “SOS Rio Grande”, mobilizando diversos profissionais para arrecadar itens essenciais destinados ao apoio à população atingida. A campanha tem sido um sucesso, garantindo a coleta de alimentos, água, roupas e produtos de higiene, que são distribuídos nas áreas mais afetadas pelas enchentes.

Treinamento da EPE-AS no Navio-Doca Multipropósito (NDM) “Bahia”

Os profissionais da EPE-AS passaram por um rigoroso treinamento a bordo do Navio-Doca Multipropósito (NDM) “Bahia”, que os preparou para atuar em situações de crise. Este treinamento incluiu práticas de atendimento psicológico, técnicas de gerenciamento de estresse e estratégias de logística humanitária, permitindo que a equipe estivesse plenamente capacitada para enfrentar os desafios da situação atual no Rio Grande do Sul.

Impacto na Comunidade

A atuação da EPE-AS e da Marinha do Brasil tem sido vital para a população do Rio Grande do Sul, proporcionando não apenas os recursos materiais necessários, mas também o suporte emocional crucial em momentos de crise. O acolhimento psicológico oferecido à população e aos militares assegura que todos possam encontrar força e resiliência para superar as dificuldades.