blank
Comandante da Marinha do Brasil preside a cerimônia, a bordo do NAM “Atlântico”

Google News

No dia 25 de março, foi realizada a transmissão do cargo de Coordenador da Área Marítima do Atlântico Sul (CAMAS), quando o Contra-Almirante Gustavo Calero Garriga Pires passou as funções para o Contra-Almirante Julio Enrique Sanguinetti, da Armada da República da Argentina.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

A Área Marítima do Atlântico Sul (AMAS) foi estruturada em 1967 para atender ao Plano de Coordenação da Defesa do Tráfego Marítimo Interamericano, que tem como propósito coordenar as ações dos países americanos quanto ao Controle Naval do Tráfego Marítimo continental. A doutrina da AMAS prevê que esse controle seja regional, enquanto as medidas de proteção e segurança são nacionais.

O CAMAS tem como missão Coordenar as ações inerentes à Direção, Monitoramento e Defesa do Comércio Marítimo, Pesca e outras atividades desenvolvidas nas águas de interesse dos países integrantes da Área Marítima do Atlântico Sul, a fim de contribuir para a Segurança do Tráfego Marítimo Interamericano.

blank
Contra-Almirante Garriga apresenta os sistemas do COMPAAz aos Comandantes das Marinhas do Brasil, da Argentina e do Uruguai

Mais de meio século depois da criação do CAMAS, observa-se um incremento das atividades da AMAS, especialmente a partir de 2001, quando a situação político-estratégica mundial passou por várias mudanças, destacando-se uma maior conscientização para a proteção dos acidentes ambientais marítimos de grandes proporções, além da dinâmica evolução das situações de crises e conflitos, com o surgimento de ameaças à Segurança Marítima como pirataria, terrorismo, sequestro de navios, tráfico de pessoas e drogas, dentre outras.

Após dois anos na liderança deste fórum, conforme previsto, a Marinha do Brasil transfere a Coordenação da AMAS para a Armada da República da Argentina. A cerimônia foi realizada a bordo do Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, sendo presidida pelo Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, Comandante da Marinha do Brasil. Entre outras autoridades, estiveram presentes o Almirante Julio Horacio Guardia, Chefe do Estado-Maior Geral da Armada da República da Argentina e o Almirante Jorge Wilson Menendez, Comandante em Chefe da Armada Nacional da República Oriental do Uruguai.