Google News

A Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) realizou em 05 de dezembro de 2020, a cerimônia de Declaração de novos Aspirantes a Oficial da Turma 150 Anos da Campanha da Tríplice Aliança.

A atividade, realizada no Pátio Tenente Moura, no interior da AMAN, foi contemplada por dois momentos. O primeiro foi a restituição do Espadim, quando os 447 Aspirantes a Oficial, trajados pela última vez com o uniforme Azulão, entregaram as réplicas da Espada de Caxias à Academia e, num segundo momento, já vestidos com o uniforme cinza de oficiais, quando receberam das mãos de seus padrinhos a Espada de Oficial do Exército Brasileiro, símbolo da honra militar.

No dia anterior à cerimônia, ocorreu a solenidade de colação de grau, na qual os Aspirantes receberam o diploma de Bacharel em Ciências Militares.

No sábado, a cerimônia, realizada desde 1945 na AMAN, contou com a presença do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, do Vice-Presidente Antônio Hamilton Martins Mourão, de ministros de Estado, autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, oficiais generais da Marinha, do Exército e da Aeronáutica e demais autoridades civis e militares.

Do total de Aspirantes, 438 são brasileiros (150 de Infantaria, 49 de Cavalaria, 76 de Artilharia, 50 de Engenharia, 47 de

Intendência, 34 de Comunicações e 32 de Material Bélico). Também concluíram o curso, 9 cadetes de Nações Amigas (3 Camarões, 1 Guatemala, 1 Guiné-Bissau, 2 Moçambique, 1 Senegal e 1 Uruguai).

A turma é constituída por Aspirantes oriundos de todas as regiões do Brasil, sendo 56,6% da Sudeste, 22,5% do Sul, 11,2% do Nordeste, 4,5% do Centro-Oeste e 2,9% do Norte. Sendo 5 de Resende, a cidade-sede da Academia.

O primeiro lugar da turma, Asp Of Renan dos Santos Sant`Anna, de 24 anos, recebeu das mãos do Presidente Jair Bolsonaro, a Espada de Oficial. Logo após, seis Oficiais Generais fizeram a entrega das Espadas aos Aspirantes, que se destacaram em primeiro lugar em suas Armas, Quadro e Serviço, bem como a Medalha Marechal Hermes. Em seguida, madrinhas e padrinhos fizeram a entrega das Espadas aos demais Aspirantes.

“É muito sentimento que pulsa. O maior deles, é a gratidão. Sou grato a Deus, à família e a todos que me apoiaram. Acho que crescemos em muitos aspectos, o que aprendemos na AMAN,  levamos para a vida. Saio daqui ainda mais humilde para o futuro que nos aguarda”, afirma o Aspirante a Oficial Sant´Anna.

Além da bandeira nacional, acompanhada dos estandartes do Exército, do Corpo de Cadetes, das Bandeiras Históricas do Brasil, adotadas desde o descobrimento, também adentraram o Pátio as bandeiras das Nações Amigas.

Durante o evento, o Presidente Jair Bolsonaro, ressaltou o orgulho e a  emoção em voltar à casa onde se formou.

“Temos o dever com a Pátria, enquanto soldados. O nosso peito quase que não suporta a felicidade em vivenciarmos um dia como este. Hoje, o Brasil está feliz por esses jovens que vão para as cinco regiões do país”, afirmou o presidente, que teve seu discurso também traduzido para a linguagem Brasileira de Sinais (LIBRAS).

Ao término da cerimônia do Aspirantado, já embaixo de uma leve chuva, todos foram convidados a entoar a Canção da AMAN.

A Turma dos 150 Anos da Campanha da Tríplice Aliança representa o conflito travado na América do Sul, que se estendeu por seis anos. Em 1º de março de 1870, a campanha chegou ao fim com um legado de alguns heróis da Pátria, como Duque de Caxias.

Os então cadetes, que adentraram a Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em 2016, deixaram a Academia pelo Portão Monumental como Aspirantes a Oficial. E a AMAN volta a entregar militares forjados para atuarem em prol da pátria em inúmeras Organizações Militares espalhadas pelo Brasil.

 Para o pai do Aspirante a Oficial, Tiago Peixoto, de Comunicações, um dia como este, coroa todo um tempo de muita luta. “Significa uma conquista, uma vitória, afinal, o fato de chegar até aqui sem condições financeiras, se manter e concluir o curso, é motivo de muito orgulho para um pai como eu”, afirma Carlos Roberto.

“É um rito carregado de simbolismo. O Exército se renova, sem se desconfigurar. Celebramos a vitória de jovens que abnegaram do conforto do lar para seguir  a doutrina de Caxias.  Estou certo de que saberão liderar com sabedoria e justiça. Sigam serenos e confiantes, pois essa casa lhes deu isso. Parabéns pelo êxito alcançado”, afirmou em seu discurso, durante o evento, o Comandante da AMAN, General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel.

blank blank blank blank blank blank blank blank blank blank blank blank

Fonte: AMAN

Participe do nosso grupo e receba as principais notícias do Defesa em Foco na palma da sua mão.

blank

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.



Assine nossa Newsletter


Receba todo final de tarde as últimas notícias do Defesa em Foco em seu e-mail, é de graça!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui