Rio de Janeiro (RJ) – No dia 14 de junho, o curso de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN) para sargentos, realizado na Escola de Instrução Especializada (EsIE), participou de uma instrução no Instituto de Biologia do Exército (IBEx).

O Instituto é a organização militar que presta a assessoria científica, na área de biologia, às demais organizações operacionais do Sistema de DQBRN do Exército (SisDQBRNEx).

Durante a visita, os alunos tiveram uma palestra no setor de ensino de Defesa Biológica onde conheceram as instalações e o fluxograma do processamento das amostras.

Conheceram, também, o laboratório com nível de segurança 3 (NB3), credenciado pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança, equipado para a manipulação e análise de agentes biológicos elencados na classe de risco 3, bem como o laboratório de NB2, com equipamentos para a realização de pesquisa científica e o diagnóstico molecular, em especial, dos agentes com potencial para uso como armas biológicas.

Ao término da atividade, na mais recente instalação de anatomia patológica, a Terceiro-Sargento Nicole Cristina de Oliveira, primeira militar do sexo feminino a realizar o curso combatente de DQBRN, realizou os agradecimentos em nome da EsIE.

Fonte: EsIE

Marcelo Barros, com informações e imagens do Exército Brasileiro
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui