blank
Militares do EsqdHU-2 e do BtOpEspFuzNav antes do exercício de Thetered Duck

Google News

O 2° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-2), em conjunto com militares do Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais (BtlOpEspFuzNav), realizou a primeira infiltração de Operações Especiais por Tethered Duck assistida por Óculos de Visão Noturna (OVN), na noite de 5 de maio.

Entre no canal do Defesa em Foco no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia

O voo simulou uma situação de infiltração de elementos de operações especiais no mar, durante o período noturno, utilizando a técnica de Tethered Duck, na qual uma equipe desembarca a partir de um helicóptero, realizando o lançamento de um bote e todo o equipamento necessário ao cumprimento de uma missão de combate.

A Capacidade Operativa de realizar voo de Tethered Duck empregando OVN é inédita para a Marinha do Brasil, demonstrando o progresso do aprimoramento da Aviação Naval e das Equipes de Operações Especiais. O adestramento teve como propósito aprimorar a capacidade operacional das unidades envolvidas, habilitando pilotos e tripulantes da Unidade Aérea, além de membros da equipe de operações especiais a realizarem este método de infiltração no período noturno.

blank
Lançamento noturno de bote na água a
partir do helicóptero UH-15 do EsqdHU-2

Para o sucesso da operação, foi realizado um planejamento detalhado, com ensaio diurno, visando ao cumprimento da missão com segurança e empregando as capacidades oferecidas pela aeronave UH-15 e pelo OVN.