Militares do Centro de Medicina Operativa da Marinha promoveram a formação

O 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas realizou, no período de 14 a 18 de junho, o estágio de Atendimento Pré-Hospitalar (APH) Tático. A instrução foi ministrada por militares do Centro de Medicina Operativa da Marinha e contou com a presença de 26 militares.

O APH Tático é o atendimento de emergência pré-hospitalar específico, realizado durante um emprego tático, envolvendo vítimas feridas em locais de difícil acesso, cenário provável de ocorrer na Amazônia Ocidental. O estágio tem o intuito de preparar o militar para prestar os primeiros atendimentos, sendo capaz de preservar a vida dos militares feridos até que seja possível a prestação de atendimento hospitalar específico.

Este foi o primeiro Estágio de APH Tático realizado fora da sede do Comando do 1º Distrito Naval e contou com atividades teóricas e práticas, dentre elas: o protocolo X, manobras de ressuscitação cárdio pulmonar (RCP) e parada cardiorrespiratória (PCR); emergências clínicas; trauma; afogamento; cuidados sob fogos; cuidados em Campos Táticos e Evacuação Tática.

blank
Atividades teóricas e práticas foram realizadas
na sede da organização militar
Marcelo Barros, com informações e imagens da Marinha do Brasil
Jornalista (MTB 38082/RJ). Graduado em Sistemas de Informação pela Estácio de Sá (2009). Pós-graduado em Assessoria de Comunicação (UNIALPHAVILLE), MBA em Jornalismo Digital (UNIALPHAVILLE), Administração de Banco de Dados (UNESA), pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação e Comunicação (UCAM) e MBA em Gestão de Projetos e Processos (UCAM). Atualmente é o vice-presidente do Instituto de Defesa Cibernética (www.idciber.org), editor-chefe do Defesa em Foco (www.defesaemfoco.com.br), revista eletrônica especializado em Defesa e Segurança, co-fundador do portal DCiber.org (www.dciber.org), especializado em Defesa Cibernética. Participo também como pesquisador voluntário no Laboratório de Simulações e Cenários (LSC) da Escola de Guerra Naval (EGN) nos subgrupos de Cibersegurança, Internet das Coisas e Inteligência Artificial. Especializações em Inteligência e Contrainteligência na ABEIC, Ciclo de Estudos Estratégicos de Defesa na ESG, Curso Avançado em Jogos de Guerra, Curso de Extensão em Defesa Nacional na ESD, entre outros. Atuo também como responsável da parte da tecnologia da informação do Projeto Radar (www.projetoradar.com.br), do Grupo Economia do Mar (www.grupoeconomiadomar.com.br) e Observatório de Políticas do Mar (www.observatoriopoliticasmar.com.br) ; e sócio da Editora Alpheratz (www.alpheratz.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui